Corinthians repete Grêmio e faz ‘vaquinha’ para ajudar venezuelanos

O Timão arrecadou cerca de 3 mil dólares para contribuir com os funcionários do hotel

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 17 (AFI) – Em meio ao jogo decisivo na Copa Libertadores da América, diante do Deportivo Lara, o Corinthians tirou um tempo de folga para ajudar os funcionários do hotel que o time ficou hospedado. O povo venezuelano vem passando por uma crise financeira, tanto que o salário mínimo é de aproximadamente 3 dólares, algo em torno de R$ 12 reais.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Jogadores, diretores e funcionários do clube participaram da ‘vaquinha’ e chegaram no valor aproximado de 3 mil dólares. O presidente Andrés Sanchez fez um pronunciamento para tratar do assunto e acabou aplaudido por todos os envolvidos na rápida ‘reunião’.

O Grêmio já havia feito algo semelhante no confronto diantes do Monagas, na última terça-feira. A quantia arrecadada, no entanto, foi um pouco menor do que a do Corinthians.

Corinthians jogou diante do Deportivo Lara - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Corinthians jogou diante do Deportivo Lara
CARILLE
O duelo contra o Lara pode marcar a despedida do técnico Fábio Carille. O treinador tem uma proposta considerável irrecusável do Al-Hilal, da Arábia Saudita, e se reunirá com a diretoria assim que voltar ao Brasil para definir sua situação. Ele pode receber três vezes mais do que ganha atualmente.