São Caetano 0 x 0 Rio Claro - Azulão ficam no empate em casa, mas segue líder isolado

O time do ABC tem oito pontos, três a mais do que o Rio Claro e o Linense, que vem logo atrás

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 13 (AFI) – O São Caetano não passou de um empate sem gols com o Rio Claro, no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pela quarta rodada do Grupo 8 da Copa Paulista, mas segue na liderança da chave.

Mesmo com o 0 a 0, o São Caetano é primeiro colocado com oito pontos, três a mais do que Linense e Rio Claro, que vem logo atrás. O lanterna do grupo é o Desportivo Brasil, com dois pontos.

A outra partida do grupo, disputada mais cedo, também terminou em empate. Desportivo Brasil e Linense ficaram no 1 a 1 no Ernesto Rocco, em Porto Feliz.

PRIMEIRO TEMPO FRACO
Na primeira etapa, o São Caetano foi mais presente no campo de ataque, mas não conseguiu criar muitos lances que assustassem o goleiro Thiago Passos, do Rio Claro.

O time da casa não conseguiu acionar o centroavante Gleyson, principal referência no ataque, mas que esteve muito isolado até o intervalo, sem receber a bola em condições de finalizar.

NADA DE GOLS
No segundo tempo, o São Caetano seguiu pressionando e cresceu ainda mais de produção. Na melhor chance, aos 32 minutos, Clayton, que tinha entrado no lugar de Régis, chegou a acertar o travessão em cobrança de falta.

Mesmo assim, o time da casa não teve criatividade no meio de campo para chegar ao gol da vitória. Fechado, o Rio Claro parecia mais satisfeito com o resultado e segurou o empate sem gols até o final.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira para a disputa da quinta rodada do Grupo 4. O Rio Claro vai ao Ernesto Rocco, em Porto Feliz, para enfrentar o Desportivo Brasil, enquanto o São Caetano visita o Linense no Gilbertão, em Lins.

Ficha Técnica

Fase
Segunda Fase
Rodada
4ª rodada
Data
13/09/2019
Horário
20h00
Local
Anacleto Campanella - São Caetano do Sul (SP)
Árbitro
Kleber Canto dos Santos

Renda
R$ 2.140,00
Assistentes
Fabricio Porfirio de Moura e José Lucas Cândido de Souza

Público
315 pagantes
São Caetano
Tom;
Anderson Luís, Júnior Alves, Max e Bruno Recife;
Esley, Régis (Clayton), Jean Dias e Emerson Santos (Cerezo);
Jefferson Maranhão (Anderson Rosa) e Gleyson.
Técnico: Marcelo Vilar
Rio Claro
Thiago Passos;
Paulinho, Roger, Alisson e Boré;
Léo Costa, Vitor, Edson (Rafael) e Franco (Danilo);
Gabriel (Klauber) e Tadeu.
Técnico: Edson Vieira