Presidente do Ceará promete pagar salários mesmo se atacante deixar o clube

Robinson de Castro vem dando total apoio para o atleta voltar a atuar profissionalmente

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 06 (AFI) - O presidente Robinson de Castro deu uma aula de sensibilidade em entrevista ao Futebol do Povo. O mandatário afirmou dar total respaldo ao atacante Alex Amado, que já soma dois anos sem entrar em campo por conta das seguidas lesões. O jogador poderá ainda defender outro clube que mesmo assim terá os salários bancados pelo Ceará.

"São duas responsabilidades que tenho. Uma com o garoto. Vou tentar criar condições pra que ele continue a carreira dele e darei apoio pra isso. A segunda é a responsabilidade com o próprio clube. Ele nunca vai poder dizer que o clube deixou de dar algum nível de assistência ou criou algum dano pra ele", disse o presidente, que completou.

Alex Amado tem o respaldo do presidente do Ceará
Alex Amado tem o respaldo do presidente do Ceará
"Eu já renovei duas vezes com ele. Acho que agora com esse último procedimento ele vai ficar apto a jogar. Se por acaso ficar apto, e eu já disse pra ele: 'se você quiser jogar em algum clube, você pode ir que eu continuo pagando o seu salário. Não precisa você se preocupar se vai receber lá até o final do ano. É pra você se reabilitar e se inserir no mercado", concluiu.

Alex Amado não atua profissionalmente desde junho de 2017. Foram 18 partidas com a camisa do Ceará e dois gols. Desde então, sofreu com lesões no joelho, adutor e na tíbia da perna esquerda. A última operação foi feita na semana passada. A previsão é que volte ainda na atual temporada.

O jogador, de 32 anos, começou a carreira no São Paulo-RS e rodou por Avenida-RS, Brasil de Pelotas até chegar no Ceará em 2015. Foi para o futebol turco e retornou ao Vozão em 2017, quando viveu inúmeras lesões.