América-MG 2 x 0 Náutico - Coelho vence o Timbu e assume terceira posição no Grupo B

Coelho tem a mesma pontuação da Chapecoense, que leva vantagem no saldo de gols – 7 a 5 - e fica na vice-liderança

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 9 (AFI) - Ao contrário do Cruzeiro, preocupado com os maus resultados, o América-MG segue seu planejamento para subir à elite nacional em 2021. Neste sábado à noite, na Arena Independência, venceu o Náutico por 2 a 0, e chegou aos 26 pontos, em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro da Série B.

Tem a mesma pontuação da Chapecoense, que leva vantagem no saldo de gols – 7 a 5 - e fica na vice-liderança. O Cuiabá lidera folgado com 32 pontos.

O América não vencia em casa há um mês, mas quebrou o jejum. Esta foi a sua segunda vitória seguida, porque na rodada passada tinha batido o Vitória, por 2 a 1, em Salvador. Por outro lado, o Náutico sofreu sua terceira derrota consecutiva e permanece com 15 pontos, em 14.º lugar. Antes tinha perdido por 1 a 0 para Cuiabá, fora, e Confiança, em casa.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS


COMEÇOU MELHOR
O mandante foi melhor no primeiro tempo, tentando dominar o setor de meio campo para explorar seu ponto forte, o toque rápido no ataque. O Náutico tentou se fechar com o objetivo de buscar um contra-ataque para surpreender os donos da casa.

Aos nove minutos, Ademir chutou de dentro da área, mas o goleiro Jefferson encaixou bem. El só não conseguiu impedir o gol aos 23 minutos, quando Felipe Azevedo entrou em diagonal pelo lado esquerdo e chutou forte. A bola passou entre as pernas de um defensor e atrapalhou a defesa do goleiro pernambucano.

Ademir ainda teve outra finalização, desde vez de longe, mas Jefferson defendeu de novo. O Náutico não conseguiu chutar uma vez com perigo para o gol defendido por Matheus Cavichioli.

Coelho quebra jejum em casa e fica em terceiro na Série B
Coelho quebra jejum em casa e fica em terceiro na Série B

CONTROLE DE JOGO
No segundo tempo, o América-MG pode controlar o jogo, mesmo porque os termômetros marcavam 28 graus, mesmo de noite. Inclusive houve a parada técnica para hidratação.

Como o Náutico não mostrou força para agredir, o time mineiro foi se soltando. Aos 22 minutos poderia ter ampliado quando Marcelo Toscano ajeitou a bola dentro da área e chute forte, com o goleiro Jefferson defendendo com a perna direita.

SEGUNDO GOL
O segundo gol saiu aos 33 minutos, após rápida troca de passes no ataque. Rodolfo desceu pelo lado direito e cruzou forte. Na pequena área, Felipe Augusto deixou o corpo para empurrar a bola para as redes.

No desespero, o Náutico se atirou ao ataque. Aos 37 minutos criou uma boa chance, quando Kieza acertou o travessão após chute forte. Nervoso, no banco de reservas, o técnico do Náutico, Gilson Kleina, reclamou da arbitragem por uma falta não marcada e acabou expulso.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o América-MG vai pegar o Botafogo, em Ribeirão Preto, no sábado (16) às 19h15. O Náutico vai pegar a Ponte Preta, terça-feira, às 20 horas no Estádio dos Aflitos, em Recife.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
15ª rodada
Data
09/10/2020
Horário
19h15
Local
Independência - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Wagner Reway (PB)

Renda
---
Assistentes
Oberto da Silva Santos (PB) e Schumacher Marques Gomes (PB)

Público
---
Cartões Amarelos
América-MG: Messias, Marcelo Toscano
Náutico-PE: Erick

Gols
América-MG: Felipe Azevedo 26' 1T, Felipe Augusto 23' 2T
América-MG
Matheus Cavichioli;
Diego Ferreira, Messias, Anderson Jesus e Sávio;
Zé Ricardo, Geovane (Calyson) e Alê (Marcelo Toscano);
Ademir, Léo Passos (Rodolfo e Lohan) e Felipe Azevedo (Felipe Augusto).
Técnico: Lisca
Náutico-PE
Jefferson;
Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Wilian Simões (Kevyn);
Djavan (Jhonnatan), Matheus Andrade (Dadá), Ruy (Paiva), Jean Carlos e Thiago Fernandes (Erick);
Kieza
Técnico: Gilson Kleina