Clubes participantes querem rearranjo de datas na Série B

Os 20 times se reuniram por videoconferência - calendário ideal seria entre 14 de agosto e 31 de janeiro

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 26 (AFI) - Mesmo sem ter sido consolidado, o calendário do Campeonato Brasileiro da Série B pode passar por mudança. Explica-se.

Nesta sexta-feira, os 20 clubes participantes se reuniram por videoconferência e chegaram à conclusão de que o ideal é que a Série B ocorra entre 14 de agosto e 31 de janeiro de 2021.

Essa ideia não é similar à proposta discutida entre Confederação Brasileiro de Futebol (CBF), Comissão Nacional de Clubes (CNC) e os 40 times das duas primeiras divisões nacionais.

Afinal, na quinta-feira, ficou estipulado que o início delas estaria previsto para 8 e 9 de agosto e o encerramento aconteceria apenas em fevereiro próximo.

Foto: Lucas Figueiredo/ CBF
Foto: Lucas Figueiredo/ CBF
Os times, porém, avaliam que, se as datas forem mantidas, pode ocorrer um choque entre o início da Série B e a reta final dos Estaduais.

Além disso, como vão jogar duas vezes por semana, em média, e não participam de competições sul-americanas, entendem que a Série B não precisa se estender até fevereiro próximo.

Ponto pacífico é que, dependendo dos protocolos de saúde e da evolução da pandemia de covid-19, algumas equipes precisarão atuar longe de casa.

Além disso, a Série B deverá ser disputada com o mesmo regulamento - todos contra todos, em turno e returno, com os quatro melhores conquistando o acesso. No entanto, as partidas não deverão contar com torcida.