Jogador dispensado vai à Justiça e cobra Botafogo por cinco meses de salários atrasados

Argentino também cobra contrato não cumprido, uma vez que tinha vínculo até 2022

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 09 (AFI) - Os clubes brasileiros, nos últimos meses, têm ido mais à Justiça do que aos gramados. O Botafogo viu o zagueiro Joel Carli cobrar cinco meses de salários atrasados e contrato não cumprido, uma vez que tinha vínculo até 2022.

O argentino foi dispensado pela diretoria alvinegra em junho e entrou com um processo na 57ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. Como o processo corre em sigilo não dá para saber o valor que o xerifão exige dos cariocas.

Na Justiça contra o ex-clube. (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Na Justiça contra o ex-clube. (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Carli, até ser dispensado, não recebia desde fevereiro. O Botafogo é mais um os clubes brasileiros que tem abusado no atraso salarial. O contrato do hermano terminaria em dezembro de 2020, mas havia uma cláusula de renovação até 2022 se ele cumprisse uma meta de jogos estipulada.

Botafogo e Carli não chegaram a um acordo. Ele foi dispensado e, agora, exige o cumprimento das obrigações na Justiça. O clube carioca esperava economizar R$ 9 milhões com a dispensa do argentino.