Atlético-PR fecha contrato de 4 anos com Thiago Heleno, ex-Palmeiras e Corinthians

O defensor tem como meta principal buscar o título da Copa Libertadores da América pelo Furacão

por Agência Estado

Curitiba, PR- O Atlético Paranaense garantiu nesta quinta-feira uma contratação importante para as próximas quatro temporadas. Titular absoluto da equipe, Thiago Heleno encerrou a novela e assinou novo contrato até o final de 2020, garantindo presença na Copa Libertadores de 2017.

"Estou feliz e todo mundo está feliz com a permanência. Agradeço muito por esta oportunidade. O projeto do Atlético é especial e importante. Precisamos agora trabalhar muito", afirmou o zagueiro, de 28 anos, tratado como 'General' pela torcida atleticana.

Thiago Heleno tinha seus diretos federativos presos ao Deportivo Maldonado, do Uruguai, onde estão registrados diversos jogadores brasileiros. O contrato de empréstimo dele com o Atlético-PR venceu no fim de 2016 e, ainda que houvesse o interesse na renovação, o clube pedia caro para vendê-lo.

Thiago Heleno ficará no Atlético-PR
Thiago Heleno ficará no Atlético-PR
O zagueiro, então, conseguiu a rescisão na Justiça, ficando livre para acertar com o Atlético-PR por mais quatro temporadas. Seguirá como companheiro de zaga de Paulo André, que também renovou contrato, até o fim de 2017.

"É importante manter a base. Ali atrás já sabemos o que deve ser feito e isso é um passo importante, até mesmo para quem chegar. Vai ajudar para que todos façam o que o Paulo (Autuori) quer", avalia Thiago Heleno.

APRESENTAÇÃO
O elenco do técnico Paulo Autuori começou a pré-temporada nesta quinta-feira teoricamente ainda mais forte do que no ano passado. Já chegaram quatro reforços: o lateral-direito Jonathan (ex-Fluminense e Cruzeiro), o meia Felipe Gedoz (ex-Genk, da Bélgica), o atacante Grafite (ex-Santa Cruz) e o jovem atacante Luis Henrique (ex-Botafogo).

Para as próximas horas é aguardado o anúncio da chegada do veterano meia Carlos Alberto, que disputou o Brasileirão do ano passado pelo Figueirense. Ele já inclusive teria feito exames médicos no CT do Caju.

Por outro lado, o Atlético-PR perdeu o volante Hernani para o Zenit, numa transferência de mais de R$ 25 milhões. Além dele, também saíram o atacante Lucas Fernandes, que voltou para o Fluminense, e o lateral-direito Léo, que pertence ao Flamengo e ainda não teve seu vínculo renovado. Ele não faz parte dos planos do clube carioca.

Outro desfalque é o meia chileno Luciano Cabral. O jogador, que foi reserva durante o Brasileirão, está detido na Argentina - seu país natal - acusado de homicídio. O Atlético-PR não comenta o caso.

aaa