Série B: Por decisão judicial, Tito, do Atlético-GO, deve retornar ao Confiança

O atacante é titular absoluto no time de Cláudio Tencati, mas não pode mais vestir a camisa rubronegra

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 15 (AFI) - O Atlético-GO recebeu uma péssima notícia nesta terça-feira. Por conta de uma decisão judicial, o atacante Tito não vai mais poder defender o Dragão no Campeonato Brasileiro da Série B, já que seu contrato com o Confiança voltou a valer.

Tito havia conseguido a rescisão junto ao Confiança em novembro do ano passado alegando que não estava recebendo o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e acertou com o Atlético-GO, por quem já fez 11 jogos e marcou quatro gols em 2018.

Tito deve desfalcar o Atlético-GO contra a Ponte Preta, no próximo sábado, em Bragança Paulista
Tito deve desfalcar o Atlético-GO contra a Ponte Preta, no próximo sábado, em Bragança Paulista
No entanto, o Confiança entrou com um recurso no Tribunal Regional do Trabalho e Tito teve sua liminar cassada. Assim, o contrato com o time sergipano volta a ter validade e ele fica impossibilitado de defender o Atlético-GO até que a situação seja resolvida.

A diretoria rubronegra avisou que vai esperar a notificação para falar publicamente sobre o assunto. Apesar do contrato com o Confiança voltar a ter validade, Tito não deve defender o clube na Série C do Brasileiro. Os sergipanos esperam uma compensação financeira para liberarem o atacante aos goianos.

Tito é titular absoluto no time comandado por Cláudio Tencatti nesta início de Série B, com presença nos cinco jogos realizados até então. Já são quatro rodadas em branco, pois os únicos dois gols marcados pelo atacante foram na estreia, diante do Criciúma - vitória rubronegra por 3 a 2.