Goiano: Após eliminações, Wagner Lopes deixa o comando técnico do Atlético-GO

Comandante foi demitido após queda para o Anápolis no estadual e eliminação precoce para Ypiranga na Copa do Brasil

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 25 (AFI) – O Atlético-GO está procurando um novo treinador pera a sequência da temporada. Isso porque, na manhã desta segunda-feira, a diretoria informou o desligamento de Wagner Lopes do comando técnico do Dragão. Os motivos são claros: quedas precoces nas competições do primeiro semestre.

No último fim de semana, o time da capital foi eliminado do Campeonato Goiano com duas derrotas para o Anápolis: 1 a 0 no Jonas Duarte e 2 a 1 no Serra Dourada. Anteriormente, o Atlético havia caído na primeira fase da Copa do Brasil – no Colosso da Lagoa, empate por 2 a 2 com o Ypiranga; no Serra, mais uma derrota, dessa vez por 2 a 0. Agora, equipe só entra em campo no meio de maio, na estreia do Brasileiro Série B, contra o Oeste, fora de casa.

Wagner Lopes foi demitido do Dragão (Foto: Divulgação)
Wagner Lopes foi demitido do Dragão (Foto: Divulgação)

PASSAGEM
Esta foi a segunda passagem do treinador pelo Dragão e se encerra com 57% de aproveitamento. Em 18 jogos, foram nove vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

Em 2014, pegou o time na estreia do returno da Série B e conseguiu uma bela arrancada, terminando no sexto lugar – poderia ter sido ainda melhor: casso tivesse vencido o Santa Cruz, em casa, na 38a rodada, teria conseguido acesso à elite.

SUBSTITUTOS
A diretoria já está atenta ao mercado e estuda alguns nomes. Tarcisio Pugliese, atualmente no Ituano, onde fez boa campanha no Paulistão e venceu a Copa Paulista de 2014, é um dos cotados. Em Itu, a sequência da temporada prevê Copa Paulista e Série D do Brasileiro.

Léo Condé é outro da lista. Ele também está no interior paulista: no Bragantino, não conseguiu o acesso à elite estadual, mas, em 2015, chegou à final mineira com a Caldense e teve boa participação na Série B com o Sampaio Corrêa.

O último nome ventilado é Lisca Doido, que salvou o Ceará do rebaixamento para a série C na temporada passada e encontra-se livre no mercado.

 
 
" />