Ex-Santos, Leandro Donizete vê arbitragem jogando contra América-MG no Brasileirão

O Coelho recebeu cinco cartões amarelas e teve algumas faltas bem questionáveis marcadas contra a equipe.

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 13 (AFI) - O clima esquentou no final do jogo entre América Mineiro e Chapecoense entre comissão técnica e trio de arbitragem. O Coelho questionou os métodos usados por eles durante o empate sem gols na tarde deste sábado, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, a última antes da parada para a Copa do Mundo.

O Coelho recebeu cinco cartões amarelas e teve algumas faltas bem questionáveis marcadas contra a equipe. Paulo Roberto Alves Junio, no entanto, conseguiu acalmar os ânimos de Enderson Moreira e seus companheiros de comissão técnica. O volante Leandro Donizete, porém, questionou a arbitragem.

"Não prejudicou (árbitro) o resultado em si. Perdemos muitas chances. Poderíamos ter matado o jogo no primeiro tempo. A gente reclama porque vai 'minando' com várias faltas e cartões amarelos. Isso tem atrapalhado bastante a gente", disse o volante.

América Mineiro empatou com a Chapecoense nesta quarta - Mourão Panda / América
América Mineiro empatou com a Chapecoense nesta quarta
"Os erros não são de hoje. Tem acontecido sempre, mas temos que deixar nas mãos da diretoria. Eles que vão brigar. A gente tem que se concentrar nos assuntos dentro de campo. Terminamos com 14 pontos. Poderia ter sido melhor", completou.

O América Mineiro vem fazendo uma campanha surpreendente no Brasileirão. O Coelho tem 14 pontos, com uma leve folguinha da zona de rebaixamento.

 
 
" />