Com 12 anos de carreira, técnico Edmilson de Jesus já visa próxima temporada

De qualquer forma, o técnico aproveitou esse tempo para se aperfeiçoar e assistindo jogos de todas as divisões

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 29 (AFI) - A pandemia do novo coronavírus fez com o futebol nacional fosse interrompido por quase seis meses. E, isso afetou demais os mercado da bola, de treinadores e jogadores, que vem tendo de dificuldade de se recolocarem no mercado. Um dos prejudicados é o treinador Edmilson de Jesus, que agora já está focado na próxima temporada.

Isso porque, antes da pandemia, ele tinha algumas situações em andamento e propostas para voltar ao mercado de trabalho. Mas, com a pandemia, tudo mudou e o negocio acabou não sendo fechado. De qualquer forma, o técnico aproveitou esse tempo para se aperfeiçoar e assistindo jogos de todas as divisões.

“Realmente muitos profissionais foram afetados com toda paralisação, mas é momento ainda de nos cuidar para não sermos pegos de surpresa, mas tenho mantido alguns contatos visando a próxima temporada, pois para este anos acho muito complicado ainda, então venho me aperfeiçoando, estudando e vendo muitos jogos e analisando com carinho algumas situações”, disse técnico Edmilson de Jesus.

Com 12 anos de carreira, técnico Edmilson de Jesus já visa próxima temporada
Com 12 anos de carreira, técnico Edmilson de Jesus já visa próxima temporada
FORA DE CAMPO
Além da vasta experiência no mundo do futebol, muito pela rodagem enquanto atleta, Edmilson é graduado em Psicologia. Por conta da graduação, utiliza a PNL master para gerir o grupo - fez cursos especializados em diversas oportunidades pelo Sitrefesp (Sindicato dos Treinadores de Futebol Profissional do Estado de São Paulo), além de curso Internacional de Treinadores.

CARREIRA
Enquanto jogador, Edmilson de Jesus defendeu, por 16 anos, São Caetano-SP, Atlético Goianiense-GO, São José-SP, Santos-SP, Leixões-POR, Araçatuba-SP e Inter de Limeira-SP.

Em 2008, iniciou carreira de treinador, na qual comandou o União Mogi, até passar por Bragantino, Flamengo de Guarulhos, São José, São Carlos FL, América-SP, Santacruzense, Taubaté, Primavera, Mogi Mirim-SP - como assistente técnico na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015 - e Água Santa-SP.

Em 2017, assumiu o comando do Atibaia-SP e ainda dirigiu Marília, Juventus, EC São Bernardo, Santa Helena-GO - seu último clube foi o próprio Atibaia, quando livrou a equipe do rebaixamento e brigou até a última rodada pela classificação.

Com 12 anos de carreira, Edmilson de Jesus também dirigiu o Juventus-SP, Marília e retornou em 2019 ao Atibaia em sua segunda passagem pelo clube.