ESPECIAL FÓRMULA 1: Verstappen faz duelo épico com Hamilton e leva título com emoção e muito chororô

Max teve azar em várias corridas na temporada e contou com a sorte na última para ser campeão

Categorias: Fórmula 1

Por: Agência Futebol Interior, 25/12/2021

Verstappen F1 Campeao 202
Verstappen conquistou título numa disputa eletrizante

Campinas, SP, 25 (AFI) – A Mercedes era a grande favorita e viu Hamilton largar na frente. A rivalidade com Verstappen começou logo no Grêmio Prêmio do Barém. O holandês ultrapassou o britânico a quatro voltas do fim, mas teve que devolver a posição e acabou ficando com a segunda colocação.

Em Emília-Romanha, Verstappen superou Hamilton na pista e acabou conquistando as primeiras nove vitórias no ano. E o revezamento continuou em Portugal, com Lewis vencendo mais uma.

Na Espanha, Hamilton alcançou a tão sonhada marca de 100 pole positions na carreira. Ele ganhou a sua terceira corrida no ano também. Verstappen começou a mudar o panorama da temporada ao conquistar a vitória em Mônaco, em corrida que teve Leclerc, da Ferrari, na pole.

No Azerbaijão, Leclerc voltou a fazer a pole, mas Sérgio Perez acabou conquistando a vitória, após o pneu do carro de Max, que liderava a corrida, estourar. Hamilton tentou uma pressão em cima do mexicano, mas passou reto na curva e acabou perdendo posições preciosas.

Na França, Max foi para uma estratégia de duas paradas. Com pneus novos, ultrapassou Hamilton faltando duas voltas e reassumiu a liderança.

Na Estíria e na Áustria, Verstappen teve o domínio total e venceu ambas com extrema facilidade.

Em Silverstone, a rivalidade entre os dois esquentou quando Hamilton tentou ultrapassar Verstappen e furou o pneu do holandês, que bateu forte no muro. Lewis perdeu 10 segundos, mas, mesmo assim, acabou conquistando a vitória.

Na Hungria, Ocon conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1. Ele foi favorecido por um erro grotesco de Bottas, logo na largada, que fez um boliche com vários carros, dentre eles, os Red Bulls. Hamilton ainda conseguiu um segundo lugar.

Na Bélgica, a forte chuva impediu que houvesse corrida. Mesmo assim, Verstappen foi declarado o vencedor e os pilotos ficaram com metade dos pontos conforme suas posições de largada. Na Holanda, Max voltou a vencer e acirrou a briga com Hamilton.

O ápice da rivalidade foi na Itália, quando Verstappen e Hamilton colidiram e tiveram que deixar a prova. O carro de Max subiu em cima do veículo de Lewis. O vencedor foi Ricciardo, com a McLaren.

A temporada continuou na Rússia com domínio de Hamilton. Bottas conquistou a vitória na Turquia e Max fez a dobradinha nos Estados Unidos, aqui com direito a dedo do meio mostrado por Verstappen em direção a Lewis, e no México.

Com sangue nos olhos, Hamilton venceu as três corridas finais com extrema facilidade (Brasil, Catar e Arábia Saudita). Em Interlagos, a disputa foi quente, mas terminou com Lewis carregando a bandeira do Brasil no pódio.

Na última corrida, em Abu Dhabi, Hamilton superou Verstappen logo na largada e sobrou na pista. Perez chegou a fazer grande duelo com o britânico, fazendo ele perder 6s de diferença para Max, que não teve ritmo para ameaçar o heptacampeão. Mas uma batida de Latifi, logo no fim, mudou o panorama da corrida.

O Safety Car entrou, Verstappen foi para o box e colocou pneu macio, enquanto a Mercedes, em mais um erro de estratégia, assim como aconteceu em outros momentos na temporada, deixou o carro de Hamilton na pista. Após decisão polêmica, o carro de segurança saiu na volta final e Max passou o britânico para se tornar pela primeira vez campeão mundial