Capital FC cria SAF para atrair investimentos em estrutura e no futebol de base

Planejamento do Grupo Ricanato, ligado ao clube, também busca atrair outros investidores

Capital FC, de Palmas-TO, deu um passo importante para consolidar o seu Projeto de SA

Categorias: Futebol Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 01/04/2022

WhatsApp Image 2022 04 01 at 22.18.57 1 1
Ricardo da Silva Carreira - Sócio Proprietário e presidente do Capital FC e Horácio Agostinho Carreira - Sócio Proprietário do Grupo Ricanato

Palmas, TO, 01 (AFI) – Nesta sexta-feira (1), o Capital FC, de Palmas-TO, deu um passo importante para consolidar o seu Projeto de SAF. O advogado Luiz Henrique Martins Ribeiro, que se reuniu com Ricardo Carreira, presidente do clube, e Horácio Agostinho Carreira, Sócio Proprietário do Grupo Ricanato, estará à frente da comissão jurídica para trabalhar, em especial, na formação e captação de jovens, no Tocantins, Sul do Maranhão, Sul do Pará e Oeste da Bahia, para o time.

O planejamento do Grupo Ricanato, ligado ao clube, também busca atrair outros investidores para construir um estádio com capacidade para cerca de três mil pessoas e um centro de treinamento de ponta, com intuito de conquistar o Certificado de Clube Formador, um documento hábil emitido pela CBF.

“Achamos interessante implementar o sistema de Sociedade Anônima de Futebol para buscar mais investimentos. A ideia de trazer apoiadores é notável para o clube e abraçamos o projeto de imediato. Para atingir uma representatividade nacional, queremos juntar as duas forças que temos: a área imobiliária e o futebol dentro desse novo modelo de gestão”, explica Ricardo Carreira, presidente do Capital FC.

EXPECTATIVA

Luiz Henrique Martins Ribeiro, principal consultor à frente da SAF, comenta a expectativa no trabalho de reestruturação da agremiação.

“Eu tenho muito carinho e respeito pelo Tocantins. Poder desenvolver e estruturar a primeira SAF de um clube do Estado, além de um desafio, é motivo de orgulho em razão da confiança depositada pela alta cúpula da diretoria. Essa região do país não desponta só no agronegócio, mas também em outras áreas, como o desenvolvimento do futebol de base, por exemplo. É nisso que se baseia o projeto da SAF do Capital FC, em especial na sua consolidação como um importante clube formador nessa região do Brasil”, afirma.

ESPERA

Em 2022, a equipe Sub-20 disputa a Copa do Brasil, prevista para começar em agosto. Além disso, as categorias Sub-15 e 17 jogam o torneio Estadual. Em 2023, o Capital FC já está garantido na Copa São Paulo de Futebol Jr, torneio das categorias de base com maior visibilidade do país.