Após denúncia de jogadores e possibilidade de perder acesso, presidente do Avaí promete: "Jogaremos a Série A em 2022"

Para não sofrer punições

Categorias: Futebol Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 30/12/2021

julio

Florianópolis, SC, 30 (AFI) – O presidente eleito do Avaí, Júlio César Heerdt, usou as redes sociais para falar diretamente com os torcedores sobre a denúncia feita pelos jogadores, através do Sindicato dos Atletas Profissionais de Futebol do Estado de Santa Catarina (SAPFESC), referente aos valores que não foram pagos pelo clube durante a Série B do Campeonato Brasileiro. A Procuradoria da Justiça Desportiva abriu vista na manhã desta quinta para que o clube se manifeste sobre a denúncia.

“Como presidente eleito do Avaí Futebol Clube, venho a público reafirmar o compromisso de toda a nova diretoria, que assume seus cargos no próximo dia 1° de janeiro, com o pagamento dos salários atrasados de atletas e funcionários. Estou ciente da denúncia encaminhada ao STJD, acompanhando de perto o desenrolar dos fatos e certo de que será encontrada a melhor solução para o problema. A torcida avaiana pode ficar tranquila: jogaremos a Série A em 2022”, afirmou o mandatário, acalmando os ânimos dos torcedores.

julio
Júlio César Heerdt, presidente eleito do Avaí

O advogado do clube, Sandro Barreto, também seguiu a linha do mandatário e negou qualquer possibilidade do Avaí perder pontos e permanecer na Série B na próxima temporada.

“Não existe risco de perda de pontos. Já estamos acertando os valores. Entrou o dinheiro hoje. E o clube não foi intimado. Tem prazo para pagamento ainda antes de qualquer julgamento”, afirmou o advogado, em contato com o repórter Polidoro Junior.

SITUAÇÃO

Caso o Avaí não cumpra com suas obrigações financeiras, o clube perderá pontos conquistados na Série B do Campeonato Brasileiro e consequentemente perderia o acesso, que passaria a ser do CSA, com a quinta posição. Existe a possibilidade, apesar de improvável, do time catarinense ser rebaixado para a Série C, salvando assim o Remo da queda. A equipe paraense foi a 17ª colocada.

Confira também: