F1: Leclerc desabafa após vitória na casa da Red Bull: "Precisava disso"

Ele chegou a ultrapassar Max Verstappen em três oportunidades dentro da corrida e desabafou depois de conquistar a terceira vitória na temporada

Categorias: Fórmula 1

Por: Agência Estado, 10/07/2022

Leclerc desabafa apos vitoria na casa da Red Bull1
Foto: Divulgação / Formula 1

Campinas, SP, 10 – Após um hiato de sete Grandes Prêmios, Charles Leclerc enfim voltou a vencer uma corrida de Fórmula 1. Na manhã deste domingo, o piloto monegasco sobrou em pleno GP da Áustria, casa da Red Bull. Ele chegou a ultrapassar Max Verstappen em três oportunidades dentro da corrida e desabafou depois de conquistar a terceira vitória na temporada.

“Eu definitivamente precisava disso! Quero dizer, as últimas cinco corridas foram incrivelmente difíceis para mim, mas também para a equipe, obviamente, e finalmente mostramos que temos ritmo no carro e que podemos conquistar grandes coisas. É incrível, precisamos, agora, nos esforçar até o fim”, falou Leclerc.

DUELO

O monegasco ainda falou sobre os duelos individuais com Max Verstappen e explicou o problema que enfrentou no acelerador nos momentos finais da corrida, logo após Carlos Sainz ter sido obrigado a abandonar por causa de um problema no motor.

“Foi uma corrida muito boa e tivemos algumas boas lutas com Max. O final foi incrivelmente difícil. Tive esse problema com o acelerador e ele travava em 20% ou 30% em baixa velocidade, então foi muito complicado, mas conseguimos segurar até o final e estou muito, muito feliz”, completou.

MAX VERSTAPPEN

Após terminar em segundo lugar no GP da Áustria, Max Verstappen lamentou o desgaste dos pneus, mas exaltou o resultado que ainda o deixa em primeiro no mundial de pilotos.

“Foi um dia complicado, estávamos lutando um pouco com os pneus e isso continuou em todos os compostos. Não tive ritmo para atacar Charles, mas o segundo lugar é um bom resultado em um dia difícil”, falou o holandês.

O segundo lugar no GP da Áustria deixou Max Verstappen na liderança do mundial de pilotos, com 208 pontos, seguido por Charles Leclerc, com 170. O monegasco ultrapassou Sérgio Pérez, que ficou com 151.

Confira também: