CSA 2 x 0 Moto Club-MA - Vitória garante Azulão na fase de grupos da Copa do Nordeste

Time alagoano usou time misto, porque está focado no jogo decisivo contra o Náutico que pode vale acesso na Série B

Publicado em .

Time alagoano usou time misto, porque está focado no jogo decisivo contra o Náutico que pode vale acesso na Série B

CSA avança na Copa do Nordeste. Foto: Augusto Oliveira
CSA avança na Copa do Nordeste. Foto: Augusto Oliveira
Maceió, AL, 26 (AFI) – Mesmo de olho no jogo decisivo pela Série B do Brasileiro, o CSA confirmou sua vaga na fase principal (de grupos) da Copa do Nordeste ao vencer o Moto Club-MA, por 2 a 0, nesta terça-feira à noite, no estádio Rei Pelé. No jogo de ida, no estádio Nhozinho Santos, em São Luis no Maranhão, tinha ocorrido um empate sem gols.

O técnico Mozart poupou a maioria de seus jogadores para o duelo decisivo contra o Náutico, sexta-feira, no Estádio dos Aflitos, em Recife (PE). O time alagoano, com 57 pontos em quinto lugar, briga pela quarta vaga de acesso com o Juventude, com 58 pontos em quarto lugar. O time gaúcho vai enfrentar o Guarani, em Campinas, na última rodada.

Mas o zagueiro Castán e o atacante Rodrigo Pimpão estão suspensos no Brasileiro e foram escalados. O artilheiro Paulo Sérgio também começou jogando, porque não atuou na semana passada. O time entrou na formação ofensiva com 4-3-3.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS E OS GOLS

PRIMEIRO GOL
Logo no início saiu o gol. Após o levantamento de Andrigo para a área, a bola teria tocado no braço do zagueiro Ignácio e sobrado para Marquinhos que finalizou para as redes. A defesa do Moto parou, mas Marquinhos não quis saber e saiu comemorando aos três minutos.

O artilheiro Paulo Sérgio quase ampliou aos 12 minutos, após um chute de longe e despretensioso. Mas o goleiro Joanderson não encaixou a bola, que escapou de suas mãos, tocou na trave e saiu para escanteio. Um lance incrível. Seria um frangaço.

A partir daí o CSA ainda ficou mais relaxado. Dominava o jogo, mas era lento para chegar no gol adversário. O Moto se arriscou apenas em chutes de longe ou em cobranças de falta do meia Lenilson.

Mesmo com time misto, o CSA eliminou o Moto Club. Foto: Augusto Oliveira
Mesmo com time misto, o CSA eliminou o Moto Club. Foto: Augusto Oliveira

EXPULSÃO CEDO
O time da casa voltou para o segundo tempo disposto a matar o jogo logo para não correr riscos. Aos três minutos, quase ampliou. Após o cruzamento de Rodrigo Pimpão, o meia Andrigo bateu de primeira, já dentro da pequena área. O goleiro rebateu e na sobra Marquinhos isolou a bola. Um gol perdido. Outro lance incrível.

Mas logo aos cinco minutos do segundo tempo, o CSA ficou com um jogador a menos. O zagueiro Ignácio recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Poderia transformar uma vitória fácil até num tropeço inesperado.

O segundo gol saiu, enfim, aos 28 minutos. O zagueiro Luciano Castán apareceu na pequena área sozinho e só completou para as redes. Se estava fácil, agora ficou tudo liquidado.