Série D: Na final, Eduardo Baptista reencontrá palco de seu primeiro título como técnico

Técnico do Mirassol levantou sua primeira taça na Arena Castelão, local do primeiro duelo da decisão diante do Floresta-CE

Publicado em .

Técnico do Mirassol levantou sua primeira taça na Arena Castelão, local do primeiro duelo da decisão diante do Floresta-CE

Mirassol, SP, 26 (AFI) - A final do Campeonato Brasileiro da Série D será a primeira decisão nacional da história do Mirassol. Em busca do inédito título, o Leão terá como adversário o Floresta-CE, com a primeira partida marcada para o próximo sábado, às 16h, na Arena Castelão.

No primeiro duelo pela taça da quarta divisão nacional, Eduardo Baptista reencontrará o palco de seu primeiro título como treinador. Em 2014, o atual comandante do Mirassol faturou a Copa do Nordeste pelo Sport na Arena Castelão no empate em 1 a 1 com o Ceará na grande final, após vitória por 2 a 0 na Ilha do Retiro no jogo de ida. Além disso, o técnico celebra atuar em um estádio de Copa do Mundo.

"Jogar na Arena Castelão é um prêmio para quem se propôs a jogar futebol na Série D. É um momento muito especial para mim, em particular. Fui campeão em 2014 pelo Sport, foi meu primeiro título como treinador, foi um dia emblemático. Todos nós aqui vivemos um momento especial. O que estamos vivendo aqui no Mirassol foi fruto de muito trabalho. Poder chegar numa final de campeonato, jogar numa arena de Copa do Mundo e decidir em casa é muito especial. Todas as dificuldades e aprendizados nós já tivemos até aqui. Agora é concentrar e fazer os dois melhores jogos do ano para conquistar esse título", disse Eduardo Baptista.

Assim como Mirassol, Eduardo Baptista busca primeiro título nacional da carreira (Foto: Léo Roveroni/Mirassol)
Assim como Mirassol, Eduardo Baptista busca primeiro título nacional da carreira (Foto: Léo Roveroni/Mirassol)

NADA DISSO

Com passagem por clubes tradicionais do futebol brasileiro, Baptista saiu contestado do Palmeiras em 2017. Apesar de reencontrar sua melhor fase no Mirassol nesta temporada, ele nega que os bons resultados sejam "resposta" a quem duvidou de seu trabalho.

"Vim para o Mirassol pelo prazer do futebol. Não temos que dar resposta para ninguém, temos que trabalhar com muita humildade. Abracei o projeto do Mirassol como abracei todos os outros. Acho que a sintonia e o casamento foram muito rápidos. Conseguimos fazer uma proposta de jogar futebol na Série D. A gente sabia que era uma divisão de jogadores mais velhos, com campos difíceis, jogos duros, com antijogo"

"Conseguimos provar que é possível disputar uma Série D, subir e vamos tentar ser campeões jogando futebol, colocando a bola no chão. Ainda mais agora, jogando em dois campos espetaculares, como é na Arena Castelão e no nosso campo aqui em Mirassol. A gente vai jogar futebol, não vamos fazer nada de diferente do que fizemos até agora. Jogar o futebol que nos levou a essa condição de finalista e que nos deu o melhor ataque da competição. Não podemos fugir disso, é um legado que criamos e estamos deixando para o Mirassol", finalizou Eduardo Baptista.

Por ter melhor campanha, o Mirassol decide o título da Série D em sua casa. A volta da final acontece no dia 6 de fevereiro, às 16h, no estádio José Maria de Campos Maia. Empate no placar agregado leva a decisão para os pênaltis.