Francês: Mauricio Pochettino testa positivo para covid-19 e não dirige PSG contra o Angers

Pochettino assumiu o comando do PSG no último dia 2, após Thomas Tuchel ser demitido

Publicado em .

Pochettino assumiu o comando do PSG no último dia 2, após Thomas Tuchel ser demitido

Campinas, SP, 15 - O técnico do Paris Saint-Germain, Mauricio Pochettino, teve um teste positivo para o coronavírus e não vai poder dirigir a equipe no jogo contra o Angers, sábado, pelo Campeonato Francês. Segundo comunicado do clube, o treinador já está em isolamento e o time será comandado pelos assistentes Jesus Perez e Miguel D'Agostino.

Pochettino assumiu o comando do PSG no último dia 2, após Thomas Tuchel ser demitido e na quarta-feira ganhou o primeiro troféu na vitória sobre o Olympique de Marselha, por 2 a 1, na disputa da Supercopa da França.

PÉS NO CHÃO

Apesar da conquista do título, Pochettino já se mostrou preocupado em dar "consistência" ao time no Francês, competição na qual o time é o segundo colocado, com 39 pontos, ao lado do Lille, e um ponto atrás do líder Lyon, após 19 rodadas disputadas.

"É muito bom ganhar um troféu, mas temos de pensar em frente. Agora temos de nos concentrar na competição nacional e é preciso conseguir uma boa sequência de resultados", afirmou o treinador argentino, que vai poder contar mais uma vez com Neymar, autor de um dos gols contra o Olympique e totalmente recuperado da lesão que o afastou dos gramados por um mês.


Top cinco gols do Paris Saint-Germain em 2020:

Espaço incorporado por HTML (embed)


DISPUTA NO ELENCO

Pochettino festejou o fato de contar com uma boa disputa no ataque com Icardi e Kean.

"Estamos muito satisfeitos com Mauro Icardi e Moise Kean. Há uma competição saudável aqui", disse o treinador, que não poderá escalar Rafinha, Thilo Kehrer, Colin Dagba e Juan Bernat, os dois últimos tendo recentemente também testado positivo para a covid-19