Dois técnicos sondados pelo Cruzeiro antes de Felipão garantem acesso na Série B

Raposa recebeu "não" da dupla e acertou com Felipão, mas terá que ficar na Série B em 2021

Publicado em .

Raposa recebeu "não" da dupla e acertou com Felipão, mas terá que ficar na Série B em 2021

Belo Horizonte, MG, 13 (AFI) - O técnico Lisca revelou que em um possível contrato com o Cruzeiro havia uma "cláusula" de obrigação de acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. O time mineiro não subiu e ainda viu dois dos seus antigos sonhos garantirem presença na Série A em 2021.

Antes de fechar com Luiz Felipe Scolari - foram duas tentativas, um "sim" após um "não" -, a diretoria da Raposa tentou inúmeros técnicos, entre eles Lisca e Umberto Louzer. Os comandantes de América-MG e Chapecoense recusaram o convite e, na última terça-feira, colheram os frutos.

Lisca fez bem em ficar no América. (Foto: Divulgação)
Lisca fez bem em ficar no América. (Foto: Divulgação)
Lisca deixou de ser apenas "doido" e passou a ser competente. Não por acaso, o primeiro acesso da noite foi do América. O Coelho volta à elite após dois anos na Série B. E mais! O América lidera com 67 pontos e está firme na briga pelo título.

SIM E NÃO!
Umberto Louzer, outro jovem técnico, chegou a dizer "sim", nos bastidores, para ao Cruzeiro, mas voltou atrás e se manteve no comando da Chapecoense. Deu certo! A Chape até caiu de produção nas últimas rodadas e ficou na vice-liderança, mas com 66 pontos voltou para a Série A um ano após o rebaixamento e também sonha com o título, que seria o primeiro nacional da sua história.

O Cruzeiro, por sua vez, optou pelo veterano Felipão, técnico do pentacampeonato mundial e também do 7 a 1. A Raposa se limitou a escapar do descenso para a Série C. O clube mineiro tem 44 pontos e, nesta quarta-feira, encerrará a 34ª rodada contra o lanterna Oeste no Independência, em Belo Horizonte, às 21h30.