Treinador pede demissão de time que está na zona de rebaixamento da Série B

Gilmar Dal Pozzo comunicou a sua saída um dia depois do empate em casa com o Botafogo

Publicado em .

Gilmar Dal Pozzo comunicou a sua saída um dia depois do empate em casa com o Botafogo

Curitiba, PR, 05 (AFI) - Um dia depois do empate com o Botafogo, por 1 a 1, em plena Vila Capanema, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Gilmar Dal Pozzo "pediu o boné" e não é mais o treinador do Paraná.

A decisão foi comunicada para a diretoria tricolor nesta terça-feira. Além de Gilmar Dal Pozzo, o auxiliar Luciano Borges e o preparador físico Walter Grassmann não fazem mais parte da comissão técnica.

Gilmar Dal Pozzo não é mais o treinador do Paraná (Foto: Paraná Clube)
Gilmar Dal Pozzo não é mais o treinador do Paraná (Foto: Paraná Clube)
Escolhido para substituir Rogério Micale no início de dezembro, Gilmar Dal Pozzo comandou o Paraná em apenas seis jogos e teve um aproveitamento de 22%, com uma vitória, um empate e quatro derrotas.

"Saio em paz e de cabeça erguida porque entreguei meu melhor em cada dia trabalhado, vivendo intensamente e me doando 100%. Como falei na coletiva após o jogo diante do Botafogo-SP, senti a falta da torcida paranista durante meu período", disse Dal Pozzo em comunicado oficial.

QUEM VEM?
Agora, a diretoria tricolor deve ir ao mercado em busca de um novo treinador para a reta final da Série B do Brasileiro. Enquanto isso, o auxiliar-técnico fixo Victor Hugo Annes assume interinamente o comando do time.

Faltando seis rodadas para o fim do campeonato, o Paraná está na 18ª colocação, com 33 pontos, dois a menos que o Figueirense, primeiro fora da zona de rebaixamento.

Na sexta-feira, o Paraná faz um confronto direto contra o Náutico, no Estádio dos Aflitos, em Recife.