Série B: Técnico diz ‘estamos preparados’ para enfrentar o líder

Allan Aal pede sabedoria para o Cuiabá no jogo contra a Chapecoense, na Arena Condá

Publicado em .

Allan Aal pede sabedoria para o Cuiabá no jogo contra a Chapecoense, na Arena Condá

Chapecó, SC, 01 (AFI) - Vindo de vitória na última rodada, mas ainda com vários problemas por lesão e atletas positivos com covid-19, o Cuiabá-MT encara o líder do Campeonato Brasileiro da Série B, a Chapecoense-SC, nesta terça-feira, às 19h, na Arena Condá, pela 25ª rodada da competição.

O Cuiabá está na quinta posição, com 40 pontos, mesma pontuação do terceiro e do quarto colocados, Sampaio Corrêa e Juventude, que levam vantagem no saldo de gols. A Chape tem 47, mas vêm de duas derrotas. No turno, na Arena Pantanal, vitória do Dourado por 2 a 1.

PRÓXIMO CONFRONTO

O Cuiabá realizou seu último treino na tarde de segunda, no Campus da Unoesc, em Chapecó. O técnico Allan Aal comandou uma atividade em campo reduzido, além de posicionamento e um treinamento de finalizações. O treinador ajustou o time que acabou perdendo o capitão Anderson Conceição por conta de suspensão após terceiro cartão amarelo.

Allan Aal diz que o time está preparado para enfrentar o líder. (Foto: Divulgação/ Cuiabá)
Allan Aal diz que o time está preparado para enfrentar o líder. (Foto: Divulgação/ Cuiabá)

“Ainda temos vários problemas, perdemos nosso capitão, e sabemos da dificuldade de se jogar aqui (Chapecó), independente dos últimos resultados da Chapecoense. É uma equipe muito forte, que compete muito dentro da sua casa, mas estamos preparados para enfrentar esse tipo de dificuldade. Temos que ter sabedoria para saber jogar o jogo durante seus 90 ou 95 minutos, para que possamos conseguir o resultado positivo”, disse Allan Aal.

VITÓRIA CONTRA O AVAÍ

O técnico também falou sobre o grupo e sobre a vitória de 2 a 1, na última partida, contra o Avaí, mesmo com problemas por conta da Covid-19 e de outros desfalques.

“Eu valorizo muito o grupo e não é da boca para fora, a gente procura envolver todo mundo em todo tipo de trabalho, mesmo tendo pouco tempo para treinar, mas a gente valoriza todo mundo, porque uma hora ou outra você vai precisar e a oportunidade não avisa quando ela vai aparecer. Eu sempre falo para os jogadores, tem que estar preparado e disposto a aceitar o desafio e foi o que fizemos e com muito êxito.”, afirmou Allan.