Série D: "Cara de mata-mata", diz técnico do Mirassol sobre duelo com a Ferroviária

Eduardo Baptista citou importância da vitória em relação à classificação para a próxima fase

Publicado em .

Eduardo Baptista citou importância da vitória em relação à classificação para a próxima fase

Mirassol, SP, 30 (AFI) - Para o técnico Eduardo Baptista, o duelo entre Mirassol e Ferroviária vai além de um simples jogo de fase de grupos. As equipes se enfrentam na próxima segunda-feira, às 15h, no estádio Fonte Luminosa, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.

"Tem cara de mata-mata, como foi o jogo da Portuguesa-RJ, como será contra o FC Cascavel. O grupo está muito embolado, está todo mundo junto, são seis times para quatro vagas e todo jogo a partir de agora é considerado mata-mata. Uma vitória nos coloca numa condição muito boa em relação à classificação", considera o treinador.

Eduardo Baptista comentou duelo contra a Ferroviária (Foto: Divulgação/Mirassol)
Eduardo Baptista comentou duelo contra a Ferroviária (Foto: Divulgação/Mirassol)

Mirassol e Ferroviária estão próximos na classificação do embolado Grupo A7. A Locomotiva é a vice-líder, com 17 pontos, seguida de perto pelo Leão, com 16. A líder Cabofriense-RJ tem 18 pontos, enquanto o FC Cascavel-PR, com com 15, completa o G4. Bangu-RJ, também com 15 pontos, e Portuguesa-RJ, com 12, rondam a zona de classificação.

PROVÁVEL

Para o duelo paulista, Eduardo Baptista conta com o retorno do zagueiro Danilo Boza após cumprir suspensão. Além disso, o atacante Lucas Silva, anunciado nesta semana, foi regularizado e pode surgir como novidade. Sendo assim, o Mirassol deve ir a campo com: Jeferson; Vinícius, Danilo Boza, Elton e Luiz Henrique; Alison, Eduardo e Léo Artur; França, Netto e Fabrício Daniel.