Após vitória na Vila, interino não se ilude com efetivação no Atlético-GO

Eduardo Souza foi muito elogiado pelo presidente do clube após vitória sobre o Santos

Publicado em .

Eduardo Souza foi muito elogiado pelo presidente do clube após vitória sobre o Santos

Goiânia, GO, 15 (AFI) - Em plena Vila Belmiro, o Atlético Goianiense derrotou o Santos por 1 a 0. No entanto, Eduardo Souza não se iludiu com a possibilidade de ser efetivado no cargo. Ele seguirá no comando do clube até que o Dragão contrate um substituto para o técnico Vagner Mancini, hoje no Corinthians.

"É uma vitória da comissão. Quando peguei o time na pré-temporada ou depois do Cristóvão (Borges), não me deixei iludir. Já passei por muita coisa no futebol. Sei que é um trabalho de todos. Nós da comissão permanente somos muito cobrados. Ficamos felizes por ajudar. O mais importante é que estamos conseguindo fazer essa transição. É ser honesto, trabalhar e não se iludir. Estamos contentes com os resultados", falou o interino.

Eduardo Souza falou sobre ser efetivado no Atlético. Foto: Paulo Marcos
Eduardo Souza falou sobre ser efetivado no Atlético. Foto: Paulo Marcos
Apesar de não se ver como efetivado, o interino ganhou inúmeros elogios do presidente do clube, Adson Batista, pela primeira vitória da história do clube na Vila.

"Histórica vitória do Atlético hoje na Vila Belmiro, a primeira do clube em sua história! Grande trabalho da Comissão Técnica permanente, na figura do Eduardo Souza e João Paulo Sanches. Profissionais que vivem o Atlético e que entendem a forma de trabalhar que o clube espera! Mostramos mais uma vez a força do grupo e da metodologia de trabalho do Atlético. Tivemos perdas importantes, mas o que importa é o grupo, a essência que não perdemos. Agora é manter os pés no chão que sábado temos outro jogo difícil e importantíssimo", falou o mandatário.

SITUAÇÃO!
Com a vitória, o Atlético pulou para a nona posição, com 21 pontos, a três do Santos, o primeiro dentro da zona de Libertadores. No sábado, o confronto é diante do Athletico, às 19h, no Olímpico.