Com trio do Cruzeiro, Seleção FI da Série B é montada na 'febre' do 4-3-3

Ney Franco comandará a equipe com seus companheiros Manoel e Machado

Publicado em .

Ney Franco comandará a equipe com seus companheiros Manoel e Machado

Campinas, SP, 01 (AFI) - A 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro terminou com o Cuiabá na liderança, com 25 pontos, seguido por Paraná (22), Ponte Preta (21) e Chapecoense (19). O Cruzeiro foi o grande destaque ao fazer 3 a 0 na equipe campineira.

A Seleção FI foi formada com os principais destaques. A vitória da Raposa fez com que a equipe tivesse três convocações: o volante Machado, o zagueiro Manoel, além do técnico Ney Franco.

O treinador foi o destaque da rodada por ter conseguido vencer uma equipe que briga pelo acesso e ter tirado o Cruzeiro momentaneamente da zona de rebaixamento.

Confira a seleção da 12ª rodada da Série B:

Marcelo Carné foi decisivo na vitória do Juventude
Marcelo Carné foi decisivo na vitória do Juventude

Goleiro: Marcelo Carné (Juventude)
O Juventude venceu o Operário por 1 a 0 em jogo equilibrado, e só saiu com a vitória graças ao goleiro Marcelo Carné. Ainda no primeiro tempo, quando a partida estava 0 a 0, ele praticou uma série de boas defesas, a principal delas em cobrança de pênalti do experiente centroavante Roger.

Lateral-direito: Reginaldo (CRB)
Fez uma grande partida, principalmente, defensivamente no empate sem gols frente ao América Mineiro. Reginaldo não deixou a equipe adversária criar pelo setor e ainda deu passes e cruzamentos precisos, que aumentaram o poder ofensivo da equipe. Fez uma partida muito segura.

Zagueiro: Messias (América-MG)
Firme, sério e jogando simples. Desta forma, Messias, mais uma vez, manteve a segurança na defesa americana que segurou o empate sem gols com o CRB mesmo jogando em Maceió. Desgastado pelos jogos pela Copa do Brasil, o técnico Lisca tem poupado alguns jogadores e adotado um esquema mais cauteloso, principalmente quando atua fora de casa.

Manoel fez grande jogo pelo Cruzeiro
Manoel fez grande jogo pelo Cruzeiro

Zagueiro: Manoel (Cruzeiro)
Manoel fez uma grande partida contra a Ponte Preta e mostrou que precisa ser titular no time do Cruzeiro. Além de ter sido impecável defensivamente, levando vantagem em todos os lances contra os atacantes da Macaca, ele ainda se aventurou ao ataque em escanteio e marcou o terceiro gol da partida.

Lateral-esquerdo: Gilson (Botafogo)
Depois de sete jogos sem vencer, o time de Ribeirão Preto desencantou ao vencer o lanterna Oeste por 1 a 0. Mais do que nunca a vitória veio graças à raça e disposição dos jogadores. O esforço de Gilson representa esta garra de todo time do Pantera.

Volante: João Paulo (Juventude)
É o ‘homem de confiança’ do técnico Pintado no meio-campo do Juventude. O time continua sendo regular na marcação, graças à regularidade do setor. "O João é um jogador que não aparece para a torcida, mas é útil ao time demais" - confirmou Pintado.

Volante: Pedro Casto (Avaí)
Vencer o clássico catarinense reforça a confiança dos jogadores comandados pelo técnico Geninho, ao longo de sua experiência de 72 anos. E Pedro Castro continua sendo a ‘maquininha’ do time, ajudando na marcação e fazendo a transição ao ataque.

Volante: Machado (Cruzeiro)
Na melhor partida do Cruzeiro na Série B, o jovem volante Machado mostrou muita categoria e marcou um golaço de falta para abrir o placar. Mesmo o bom goleiro Ivan em noite inspirada não conseguiu evitar que a bola entrasse no ângulo.

Jenison, de cabeça, fez o gol do Cuiabá
Jenison, de cabeça, fez o gol do Cuiabá

Atacante: Jenison (Cuiabá)
Marcou o gol da importante vitória do Dourado em cima do Náutico que o manteve na liderança Isolda da Série B e agora três pontos na frente do Paraná: 25 a 22.

É bom os concorrentes ficarem atentos no forte elenco do Cuiabá, bem dirigido por Marcelo Chamusca. O grupo é forte e está determinado a buscar o acesso.

Atacante: Paulo Sérgio (CSA)
O Azulão do Mutange foi ao Barradão, em Salvador (BA), e foi superior na maior parte do tempo diante do Vitória. O período de domínio esteve diretamente ligado à presença do jogador revelado pelo Flamengo, que participou das quatro principais ações ofensivas dos visitantes.

Assim, não é de se estranhar que tenha marcado o único gol do duelo, logo aos 12 minutos do primeiro tempo, mostrando força para ganhar dividida com o goleiro Ronaldo e categoria para mandar a bola no cantinho esquerdo.

Atacante: Caio Dantas (Sampaio Corrêa)

O Sampaio Corrêa amassou o Guarani, mas acabou levando apenas um ponto do jogo da última terça-feira. Não pela atuação de Caio Dantas. O atacante criou praticamente todas as jogadas de perigo da equipe maranhense e ainda deixou o seu. Disposição não faltou, o que não teve foi sorte com o gol bugrino em praticamente sua única tentativa.

Técnico: Ney Franco (Cruzeiro)
Ney Franco conseguiu dar liga ao time do Cruzeiro no duelo contra a Ponte Preta. A Raposa fez sua melhor partida na Série B e conseguiu sair da zona de rebaixamento. O técnico terá agora que manter o ritmo para colocar a equipe celeste na briga pelo acesso. O bom jogo poderá ser o ponto inicial.

Ney Franco comandará a seleção da 12ª rodada
Ney Franco comandará a seleção da 12ª rodada