Jorge Wilstermann-BOL x Athletico-PR - O principal adversário é a altitude?

A cidade de Cochabamba, palco da partida desta terça-feira, fica a 2.570 metros acima do nível do mar

Publicado em .

A cidade de Cochabamba, palco da partida desta terça-feira, fica a 2.570 metros acima do nível do mar

Curitiba, PR, 15 (AFI) - O Jorge Wilstermann-BOL não vai ser o único adversário do Athletico-PR na partida desta 19h15, no Estádio Félix Capriles, pela terceira rodada do Grupo C da Copa Libertadores.

Isso porque a cidade de Cochabamba, local do palco da partida desta terça-feira, fica a 2.570 metros acima do nível do mar. Ou seja, a altitude também promete complicar a vida do Furacão.

Hoje, o Grupo C é o mais equilibrado da Libertadores. Assim como Jorge Wilstermann-BOL e Athletico-PR, Colo Colo-CHI e Peñarol-URU estão com três pontos somados nas duas primeiras rodadas.

Athletico-PR tem desafio difícil na altitude pela Libertadores (Foto: Site Oficial Athletico-PR)
Athletico-PR tem desafio difícil na altitude pela Libertadores (Foto: Site Oficial Athletico-PR)
OS TIMES!
A escalação do Jorge Wilstermann-BOL é uma verdadeira incógnita. Isso porque, devido a pandemia do novo coronavírus, a última partida oficial disputada pelo time foi no dia 14 de março, quando empatou com o Bolívar, pelo Campeonato Boliviano.

O técnico Crisian Leonel Díaz só deve divulgar a escalação inicial momentos antes da partida. As principais dúvidas são em relação ao aproveitamento do volante Pablo Laredo e do meia Sebastián Galindo, que estão com problemas musculares.

Justamente por conta da altitude é que o técnico Eduardo Barros não vai poder contar com o capitão Thiago Heleno. O zagueiro tem uma pré-disposição genética sangüínea e não é recomendado a prática de esporte nessa circunstância.

O Athletico-PR ainda não vai ter o goleiro Jandrei, expulso contra o Colo Colo-CHI na última partida da Libertadores antes da paralisação, e os meias Léo Cittadini e Nikão, vetados pelo departamento médico por conta de entorses no tornozelo.