Após mudança na comissão técnica, campeão olímpico deixa o Cruzeiro

Sem receber chance no profissional, Rogério Micale optou por sair da Raposa

Publicado em .

Sem receber chance no profissional, Rogério Micale optou por sair da Raposa

Belo Horizonte, MG, 09 (AFI) - Rogério Micale, campeão olímpico com a seleção brasileira, não faz mais parte do quadro de funcionários do Cruzeiro. Após a demissão de Enderson Moreira e a contratação de Ney Franco, o até então técnico da equipe sub-20 pediu para deixar o clube atrás de 'objetivos pessoais'.

"Nesta terça-feira, solicitei o meu desligamento do comando da equipe Sub-20 do Cruzeiro Esporte Clube. Gostaria de agradecer ao clube, diretoria, funcionários, membros da comissão técnica e atletas pelo ótimo período que passamos juntos. Por razões pessoais, seguirei em frente em busca de novos desafios. Espero deixar as portas abertas neste clube gigantesco do futebol brasileiro e desejo muita sorte para o futuro", falou o treinador.

Micale pediu para deixar o Cruzeiro
Micale pediu para deixar o Cruzeiro
MAIS DE MICALE!
Tudo leva a crer que Micale aguardava uma oportunidade para assumir o comando da Raposa. Com a decisão da diretoria em contratar Ney Franco, o treinador indicou se sentir desvalorizado e, por isso, optou por deixar o clube. Quem comandou o último treino do time celeste foi Célio Lúcio.

Com a paralisação da categoria sub-20 por causa da pandemia do novo coronavírus, Micale não comandou uma partida sequer no comando do Cruzeiro. Como treinador, além da seleção, teve uma rápida passagem por Atlético-MG e Figueirense, mas sem sucesso.