Ex-atacante que marcou época no São Paulo é confirmado como técnico de time rondoniense

Isso porque, a diretoria do Guarajá confirmou nesta quinta-feira (30), que Sidney Tobias comandará a equipe na reta final do Estadual

Publicado em .

Isso porque, a diretoria do Guarajá confirmou nesta quinta-feira (30), que Sidney Tobias comandará a equipe na reta final do Estadual

Guajará-Mirim, RO, 30 (AFI) - O Guajará já está trabalhando nos bastidores e aguarda a liberação dos órgãos competentes para a retomada das atividades do Campeonato Rondoniense. O Glorioso inclusive definiu seu treinador para o início do novo trabalho a ser empreendido a frente do clube. Trata-se do técnico Sidney Tobias que foi confirmado pelo gerente de futebol do GEC, Elder Santos.

"Promovemos o treinador para o Sub-20 e para o profissional", destacou o dirigente.

 Sidney Tobias será o técnico do Guarajá
Sidney Tobias será o técnico do Guarajá
MARCOU ÉPOCA COMO JOGADOR
Sidney José Tobias é ex-jogador onde chegou a atuar pelo São Paulo-SP - onde ao lado de Muller e Silas fez parte dos 'Menudos do Morumbi' - , Flamengo-RJ, Marítimo-POR, Santos-SP, Atlético-GO, Grêmio Maringá-PR e Al-Nasr-EAU. Aos 56 anos, o profissional chegou a ser anunciado no final do ano passado pelo Rondoniense, porém o acerto acabou sendo efetivado para comandar o elenco Sub-17 do Azulão.

Para Sidney, esta será uma boa oportunidade para mostrar seu trabalho a frente do Guajará. "Em breve estarei aí para fazer umas avaliações junto com o meu amigo gerente Elder Santos e o presidente Paulinho vamos mudar essa história do Guajará", disse Sidney.

Segundo o gerente de futebol, Elder Santos, o Guajará vai apostar num trabalho a longo prazo junto as categorias de base do clube. A ideia do clube é de revelar atletas para o futebol através dos polos de Guajará-Mirim, Jacy-Paraná, Extrema, Vista Alegre do Abunã, União Bandeirantes e Nova Mamoré.

FOCO TOTAL
Elder Santos revelou que os trabalhos a frente do Guajará iniciam a partir do momento em que for liberada a volta das atividades físicas. "Estamos trabalhando esperando liberar as atividades para começar os trabalhos", encerrou.