Ídolo revela que foi um dos jogadores que tiveram Covid-19 no Corinthians

Familiares do jogador também pegaram o novo coronavírus, mas já estão recuperados

Publicado em .

Familiares do jogador também pegaram o novo coronavírus, mas já estão recuperados

São Paulo, SP, 09 (AFI) - Cássio foi um dos oito jogadores do Corinthians a testarem positivo para Covid-19 no início dos testes, quando o clube se preparava para voltar aos treinos. Apesar do Corinthians não ter revelado os nomes, o goleiro confirmou em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

"Lógico que a gente está vendo que pessoas têm problemas por conta da pandemia, muitas acabam perdendo a vida. Eu peguei o corona, minha esposa, minha filha, pessoas da minha casa. Nenhuma teve sintomas, todas se recuperaram. O clube tem tomado precauções de treino, em orientar jogadores fora do CT", disse o ídolo da Fiel.

"Creio que aqui nós estamos seguros nessa situação de infecção ou de passar para outras pessoas. Mas a gente tem que ver o lado do clube. Todos os clubes do Brasil estão passando por dificuldades por não ter jogo, receitas. Estamos há três meses parados", completou.

Recuperado da Covid-19. (Foto: Daniel Augusto Jr. / Corinthians)
Recuperado da Covid-19. (Foto: Daniel Augusto Jr. / Corinthians)
COVID-19 EM CASA!
"Na verdade, quando aconteceu, eu fiquei um pouco surpreso. Quando descobri que eu estava com o vírus, minha filha e minha esposa já estavam imunes. A babá que cuida da minha filha já estava imune. Eu e uma pessoa que trabalha na minha casa estávamos com vírus. Eu não tive nenhum sintoma", continuou.

"Confesso que fiquei mais surpreso e um pouco chateado, porque gostaria de voltar aos treinos e fiquei uns dias a mais (em casa). Fizemos alguns treinos online para não ficar tão distante. É difícil. Infelizmente, pegamos, mas não tivemos problemas. Outras pessoas pegaram e até faleceram".

DE VOLTA!
A Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou que o Campeonato Paulista voltará a ser disputado em 22 de julho. Faltam duas rodadas para o término da primeira fase.

"Com segurança, pelo que tenho visto no Corinthians, o departamento médico tem nos passado um protocolo que nos dá muita segurança. Uma hora a gente vai ter que começar, não sei falar se é exatamente essa hora, o momento, mas tivemos um tempo bom", analisou.

TREINOS!
"Os clubes paulistas se organizaram para voltar juntos, ninguém está sendo beneficiado. Pode ser que precisasse de mais tempo, mas todos estão no mesmo nível e terão dificuldades, como nós, na volta".

O Corinthians ocupa a terceira colocação do Grupo D com 11 pontos, cinco a menos do que o G2. O primeiro duelo na volta do Paulistão será o clássico contra o rival Palmeiras na Arena Corinthians.