Volante do Fluminense critica jogos no Maracanã: "Falta de humanidade"

O Tricolor está tentando alterar a partida de domingo para o Nilton Santos e deve anunciar a mudança nesta quinta-feira

Publicado em .

O Tricolor está tentando alterar a partida de domingo para o Nilton Santos e deve anunciar a mudança nesta quinta-feira

Rio de Janeiro, RJ, 24 (AFI) – Volante do Fluminense, Hudson foi mais um jogador que engrossou o coro contra as partidas no estádio do Maracanã, já que o local vem sendo usado também como hospital de campanha no combate ao novo coronavírus.

O jogador afirmou que até mesmo os atletas em campo sofrem uma influência da situação do lado de fora e chegou a chamar de ‘falta de humanidade’ a marcação das partidas no local.

“É lógico que é muito difícil jogarmos futebol, que é o esporte do país, que comove o país inteiro, que é a paixão de milhares de torcedores que vivem por isso e parecer que não está acontecendo nada lá fora”, disse.

“O maior exemplo disso é o Maracanã, que tem um hospital de campanha dentro do complexo e a gente fazer um gol e ter uma pessoa morrendo do lado. Isso é, no mínimo, estranho, sem humanidade. É não pensar no próximo”, concluiu.

Apesar das reclamações, principalmente de Fluminense e Botafogo, as equipes entram em campo neste domingo. O jogo do Fluminense está marcado para as 19 horas, no Maracanã, mas a diretoria já adiantou conversas para alterar o local para o Nilton Santos e deve oficializar a mudança nesta quinta-feira.