Goleiro sofre lesão em retorno aos treinos presenciais e desfalcará Fluminense

Marcelo Pitaluga, de apenas 17 anos, que treina com o profissional, sofreu fratura na mão direita no treino de sexta

Publicado em .

Marcelo Pitaluga, de apenas 17 anos, que treina com o profissional, sofreu fratura na mão direita no treino de sexta

Rio de Janeiro, RJ, 20 (AFI) - Depois de três meses, o Fluminense voltou aos treinos presenciais nesta sexta-feira e logo na primeira atividade, sofreu uma baixa para o restante da temporada. Isso porque, o goleiro Marcelo Pitaluga, de apenas 17 anos, que treina com o profissional, sofreu fratura na mão direita. O resultados dos exames saiu apenas neste sábado, quando a lesão foi divulgada.

Em um treino de defesas, Marcelo caiu de mal jeito e quebrou o quarto metacapo, um dos ossos que dá base a mão que forma o dedo anelar. O jovem foi levado ao hospital e passou por uma bateria de exames para saber o grau da lesão. Enfaixado, ele já deu inicio aos tratamentos. O Departamento Médico do Flu não deu data de previsão de retorno do jogador.

Marcelo Pitaluga, ao meio, sofreu uma lesão em retorno aos treinos presenciais e desfalcará Fluminense
Marcelo Pitaluga, ao meio, sofreu uma lesão em retorno aos treinos presenciais e desfalcará Fluminense
Revelado em Xerém, o arqueiro vem treinando com o elenco profissional desde a temporada passada, enquanto atua no time sub-20, onde foi titular da equipe na Copa São Paulo de Futebol Júnior no inicio da temporada. Em 2019, após a lesão de Muriel, ele chegou a ser relacionado para dois jogos, mas em ambos não saiu do banco de reserva.

No mesmo ano, o jovem também integrou elenco da seleção brasileira campeã mundial Sub-17. Durante a pré temporada, chegou a treinar ao lado de Alisson, eleito melhor goleiro do mundo, quando estava se recuperando de uma lesão no CT do Fluminense.