Saída de Thallyson abre brecha para afirmação de 'joia' da base no Guarani

Criado no Brinco de Ouro, Bidu participou dos seis primeiros jogos do Bugre no Paulistão

Publicado em .

Criado no Brinco de Ouro, Bidu participou dos seis primeiros jogos do Bugre no Paulistão

Campinas, SP, 02 (AFI) - A saída de Thallyson ao futebol do Azerbaijão é a oportunidade de ouro para Bidu se firmar de vez no Guarani.

Criado nas categorias de base, o lateral-esquerdo deixou ótima impressão nas seis primeiras rodadas do Campeonato Paulista até ficar afastado de três rodadas em virtude de lesão muscular na coxa.

Sem Thallyson no Guarani, Bidu pode se firmar de vez na lateral - David Oliveira / Guarani FC
Sem Thallyson no Guarani, Bidu pode se firmar de vez na lateral

O camisa 20 iniciou o Estadual como titular graças à contusão de Thallyson, titular em toda pré-temporada, e não decepcionou.

Apesar da pressão, o garoto correspondeu à altura e deixou ótima impressão perante comissão técnica, diretoria e torcida.

Logo na estreia diante da Internacional de Limeira, Bidu contribuiu com duas assistências - aos gols de Giovanny e Romércio - na goleada por 4 a 0, além de ser sido decisivo na vitória em cima do Santo André, com tento no último minuto.

Destaque na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019, o garoto ainda foi eleito o melhor da posição no Campeonato Paulista Sub 20 e terminou o torneio como um dos artilheiros do plantel.

Prestigiado com as arquibancadas do Brinco de Ouro, Bidu tem contrato junto ao Guarani até 28 de março de 2022 - o principal concorrente, no momento, é Eliel, outro prata da casa, porém mais novo e ainda sem minutagem no time principal.