Cartola do Guarani cobra desfecho do Paulistão após pandemia: 'Faz-se necessário'

A duas rodadas do fim, Bugre contabiliza 16 pontos e tem classificação encaminhada às quartas de final

Publicado em .

A duas rodadas do fim, Bugre contabiliza 16 pontos e tem classificação encaminhada às quartas de final

Campinas, SP, 02 (AFI) - Após mais de 70 dias de paralisação, o Campeonato Paulista ainda segue sem nenhuma confirmação do desfecho ou cancelamento da edição de 2020.

Preocupado e ansioso com o futuro do torneio, o Guarani é um dos principais interessados no reinício do Estadual após a pandemia do novo coronavírus e cobra encerramento dentro das quatro linhas.

"Faltam dois jogos para terminar a primeira fase do Campeonato Paulista. Faz-se necessário pelo tempo já de atraso que passou. Aí, depois, já vem a parte das decisões finais. O desejo de todos, hoje, é o retorno seguro. Há uma preocupação maior com a saúde das pessoas e segurança", declarou Michel Alves, superintendente executivo de futebol, à Rádio Bandeirantes de Campinas.

Michel Alves defende desfecho do Paulistão em campo - David Oliveira / Guarani FC
Michel Alves defende desfecho do Paulistão em campo

"O que for da parte do Guarani, também estendo aos outros clubes, estarão juntos com a Federação para finalizarmos este Campeonato Paulista, até porque foi acordado de finalizar dentro de campo, né?" acrescentou.

EM CAMPO

Dentro das quatro linhas, o Guarani tem classificação encaminhada às quartas de final do Campeonato Paulista.

Com 16 pontos, time campineiro ocupa o segundo lugar no Grupo D, um atrás do Red Bull Bragantino e cinco à frente de Corinthians e Ferroviária.

Os dois últimos compromissos, na primeira fase, são Botafogo-SP (fora) e São Paulo (casa), ainda sem data definida pela Federação Paulista.

Por outro lado, o Alviverde segue sem prazo para reinício das atividades no Brinco de Ouro da Princesa - o elenco foi liberado para trabalho home office desde 17 de março, um dia após vitória em cima da Ponte Preta.