Capixaba: Com Rodrigo Fonseca, Vitória atinge 'Top 3' nos Estaduais de 2020

“A equipe vinha numa grande crescente dentro da competição, mas acabamos sofrendo com essa paralisação", disse o treinador

Publicado em .

“A equipe vinha numa grande crescente dentro da competição, mas acabamos sofrendo com essa paralisação", disse o treinador

Vitória, ES, 20 (AFI) - Os Estaduais foram interrompidos em um momento no qual apenas três times estão com 100% de aproveitamento. Um deles é o Vitória, que, comandado por Rodrigo Fonseca, conseguiu nove vitórias nas nove rodadas da primeira fase do Campeonato Capixaba.

A título de comparação, os demais foram Santos e Ypiranga no Campeonato Amapaense. Entretanto, o Peixe disputou duas partidas, enquanto a Coruja foi a campo ainda menos - apenas uma vez.

O Vitória também se destaca por ter um dos melhores ataques dos Estaduais: anotou incríveis 30 gols em nove confrontos. Apenas os dois gigantes do Rio Grande do Norte foram melhores: ABC, com 45 tentos, e América, com 42 - ambos fizeram 18 duelos.

“A equipe vinha numa grande crescente dentro da competição, mas acabamos sofrendo com essa paralisação que se fez necessária, pois a saúde e vida do ser humano estão em primeiro lugar”, disse Rodrigo Fonseca, que levou o Alvianil a ter a quarta melhor defesa dos Estaduais, a qual foi vazada três vezes.

GRANDE MOMENTO
Rodrigo Fonseca vem se destacando à frente do Vitória desde que chegou, em 2019, quando foi vice-campeão da Copa Espírito Santo com números marcantes - foram nove vitórias e cinco empates em 15 partidas.

Rodrigo Fonseca
Rodrigo Fonseca
Já em 2020, o Alvianil também conseguiu se destacar na Copa do Brasil: eliminou o CSA, com vitória por 2 a 1, e foi eliminado para o Figueirense, com derrota pelo placar mínimo. Os dois adversários estão na Série B do Campeonato Brasileiro.

“Estamos há nove meses no clube com intuito de buscar conquistas, como acesso no Brasileiro da Série D. Temos essa meta, mas sabemos das dificuldades que teremos, até porque ainda não há uma previsão de retorno no futebol nacional”, afirmou.