Hegemonia do River, títulos inéditos e mais. Relembre últimos 10 anos do Piauiense

Com quatro títulos, o River defende a supremacia absoluta no estado e chegou a 31 conquistas

Publicado em .

Com quatro títulos, o River defende a supremacia absoluta no estado e chegou a 31 conquistas

Teresina, PI, 26 (AFI) - Em tempos de pandemia e quarentena, vale a pena relembrar como foram os anos anteriores. O Portal Futebol Interior está produzindo várias matérias com os últimos dez anos dos estaduais e agora é hora do Campeonato Piauiense.

CURIOSIDADES
A década envolvendo os anos 2010-2019 trouxe algumas coisas interessantes. Com quatro títulos, o River defende a supremacia absoluta no estado e chegou a 31 conquistas em sua história.

Vice-líder geral com 17 título, o Flamengo vive um jejum, pois a última conquista foi em 2009. O Parnahyba, que estava empatado em 11 com o Botafogo, é agora a terceira força do estado após um bicampeonato.

Além disso houve dois times que gritaram 'É campeão!' pela primeira vez: o Comercial e o Altos. Este último levou por duas vezes seguidas. Por fim, o tradicional 04 de Julho saiu de um jejum de 18 anos.

2010 (COMERCIAL)
A década já começou com um título inédito e com propriedade. O Comercial avançou ao mata-mata e venceu os dois turnos, sagrando-se campeão de forma antecipada. Primeiro venceu o Barras, por 5 a 2, e depois o Flamengo, por 4 a 3, ambos no placar agregado.

2011 (04 DE JULHO)
O campeão do ano seguinte não foi um inédito, mas quase. O 04 de Julho não vencia desde 1993. O Comercial venceu o primeiro turno e o 04 de Julho o segundo, ambos em cima do Parnahyba. Na grande final, o 04 de Julho venceu por 1 a 0 e depois empatou por 1 a 1.

2012 (PARNAHYBA)
O Parnahyba, que não vencia desde 2006, despontou como terceira força do estado com dois títulos seguidos. Em 2012, encarou o Flamengo e, após uma vitória de cada time, por 1 a 0, foi campeão por ter melhor campanha.

Altos campeão
Altos campeão

2013 (PARNAHYBA)
A conquista embalou o time, que conquistou o título mais uma vez. Depois de reencontrar e eliminar o Flamengo na semifinal, o clube encarou o favorito River, venceu o primeiro jogo por 1 a 0 e depois empatou por 2 a 2.

2014 (RIVER)
Depois de bater na trave, o River, que não erguia a taça desde 2002, quando foi tetracampeão, voltou a mostrar quem manda no estado. Não foi fácil, mas após dois empates, por 2 a 2 e 0 a 0, voltou a soltar o grito.

2015 (RIVER)
Embalado, o River teve mais tranquilidade no bicampeonato e foi campeão dos dois turnos. Primeiro bateu o Parnahyba, por 3 a 0, e depois empatou com o Flamengo, por 1 a 1, garantindo mais um título.

2016 (RIVER)
Para completar a boa fase, o River venceu o primeiro turno diante do Picos, por 3 a 1, no agregado. No segundo turno, o time encarou o Altos na final e perdeu por 3 a 2, no agregado. Entretanto, o adversário foi punido pelo TJD e o River ficou com o título antecipado.

River campeão em 2019
River campeão em 2019

2017 (ALTOS)
Se não deu certo em 2016, o Altos conquistou seu primeiro título em 2017. No primeiro turno, perdeu a final para o Parnahyba, por 2 a 1, mas venceu o River no segundo turno, por 3 a 1. Na final geral, bateu o Parnahyba por 3 a 0 e depois empatou por 2 a 2.

2018 (ALTOS)
Depois de terminar a primeira fase na liderança, o time chegou até a final diante do River. O primeiro jogo terminou com empate sem gols, mas no segundo o Altos venceu por 4 a 2 e levou o bicampeonato.

2019 (RIVER)
O River voltou a ser campeão na última temporada. Terminou na liderança na primeira fase e reencontrou o Altos na final. No primeiro duelo, venceu por 3 a 2, mas no segundo jogo teve mais tranquilidade e fez 3 a 0.