Volante do Botafogo-SP, que já jogou na China, fala sobre pandemia do coronavírus

Victor Bolt cita a importância do isolamento social e mantém rotina de treinos para a sequência da temporada

Publicado em .

Victor Bolt cita a importância do isolamento social e mantém rotina de treinos para a sequência da temporada

Ribeirão Preto, SP, 23 (AFI) - Com passagens pelo futebol chinês nas duas últimas temporadas, o meio-campista Victor Bolt, de 32 anos, demonstra preocupação com a pandemia do coronavírus no Brasil. O jogador, que deixou o país asiático antes da proliferação do vírus, pediu para as pessoas ficarem em casa neste período e se prevenirem com cuidados com a higienização, assim como vem acontecendo com o elenco do Botafogo-SP.

“Infelizmente, estamos passando por um momento complicado em razão da pandemia do coronavírus. Esperamos que essa situação se resolva rapidamente. O momento agora é de isolamento social”, disse Bolt, que está sozinho em Ribeirão Preto. A esposa e a filha do jogador estão no Rio de Janeiro.

Bolt cita a importância do isolamento social e mantém rotina de treinos para a sequência da temporada
Bolt cita a importância do isolamento social e mantém rotina de treinos para a sequência da temporada
Neste período, Bolt contou que procura ficar em casa assistindo televisão e jogando vídeo-game, além de realizar os treinamentos orientados pelo departamento físico do Botafogo.

“É difícil manter a forma dentro de casa, mas estou procurando alternativas para conseguir fazer as atividades. Estou seguindo a cartilha que foi entregue pelo clube para manter a forma”, afirmou o meio-campista em entrevista por Skype.