Possibilidade de prorrogar o Campeonato Brasileiro não é novidade. Veja histórias!

A edição do Campeonato Paulista de 1954 só terminou em 55, por causa das amplas comemorações pelo 4º Centenário da cidade de São Paulo

Publicado em .

A edição do Campeonato Paulista de 1954 só terminou em 55, por causa das amplas comemorações pelo 4º Centenário da cidade de São Paulo

Campinas, SP, 18 - A história do futebol brasileiro mostra que vários campeonatos começaram em um ano e, por diversos motivos, terminaram em outro. O mesmo pode acontecer em 2020 com o Campeonato Brasileiro por causa da pandemia do coronavírus, que já afetou o calendário do futebol nacional.

A edição do Campeonato Paulista de 1954 só terminou em 1955, por causa das amplas comemorações pelo 4º Centenário da cidade de São Paulo. Com isso, a competição, que teve o Corinthians como vencedor, só terminou em fevereiro do ano seguinte.

PATO FAZ DESAFIO DE PAPEL HIGIENICO

MUITA HISTÓRIA
Em 1966, a desorganização dos dirigentes fez ainda pior. O Torneio Rio-São Paulo acabou com quatro campeões (Botafogo, Santos, Vasco e Corinthians), todos com 11 pontos, após nove rodadas disputadas, pois o regulamento não previa um critério de desempate em caso de igualdade de pontos após o sistema de pontos corridos.

Com início apenas em outubro de 1977, o Campeonato Brasileiro, então com 62 clubes, foi "empurrado" até março de 1978 e teve o São Paulo como campeão, ao bater o Atlético-MG, no Mineirão, na disputa de penalidades, após empate sem gols no tempo normal e na prorrogação. O time mineiro terminou invicto.

Possibilidade de prorrogar o Campeonato Brasileiro não é novidade
Possibilidade de prorrogar o Campeonato Brasileiro não é novidade

Já o Campeonato Paulista de 1978, por causa da disputa da Copa do Mundo da Argentina no mesmo ano, só foi ter início em outubro. A decisão só ocorreu em junho de 1979, com os "Meninos da Vila", liderados por Pita, Juary, Nilton Batata e João Paulo, derrotando na final o São Paulo.

No ano seguinte, o presidente Vicente Matheus, do Corinthians, se recusou a colocar o time em campo para a disputa de uma rodada dupla no Morumbi. O time do Parque São Jorge enfrentaria a Ponte Preta e o Palmeiras, o Guarani.

O campeonato foi paralisado e só retomado em 1979. O Corinthians eliminou o Palmeiras na semifinal, com um gol de canela de Biro-Biro, e depois bateu a Ponte Preta, com grande atuação de Sócrates e Palhinha.

ANOS 80
Em 1986, mais uma vez por causa da disputa da Copa do Mundo (no México), o Brasileiro só foi terminar no ano seguinte e premiou o talento dos "Menudos do Morumbi", time do São Paulo formado por Careca, Müller, Pita e Sidney, diante do poderoso Guarani de Evair, Ricardo Rocha e João Paulo.

Em 1987, criada a Copa União, competição que reuniu os 16 maiores clubes do Pais em um Módulo Verde e cujo vencedor (Flamengo) enfrentaria o ganhador do Módulo Amarelo (Sport). Os cariocas, com Zico, Bebeto e Renato Gaúcho, se recusaram a disputar a partida prevista para 1988 e o jogo jamais ocorreu.