Organização adia 24 Horas de Le Mans para setembro por pandemia de coronavírus

Prova de automobilismo foi mais uma categoria do esporte a sofrer alteração por conta do Covid-19

Publicado em .

Prova de automobilismo foi mais uma categoria do esporte a sofrer alteração por conta do Covid-19

Campinas, SP, 18 - As 24 Horas de Le Mans, uma das mais tradicionais provas de resistência do automobilismo mundial, foi adiada em três meses por causa do surto de coronavírus. A corrida na França foi remarcada para os dias 19 e 20 setembro, sendo que anteriormente estava prevista para 13 e 14 de junho.

A mudança deve causar impacto no calendário no Mundial de Endurance da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), pois a prova encerraria na data inicial a temporada 2019/2020. Agora, a corrida em Le Mans foi agendada para datas em que o campeonato 2020/2021 já teria começado.

IBRA FAZ AÇÃO EM PROL DE HOSPITAL


OUTROS ADIAMENTOS

Além disso, no atual campeonato, as 6 Horas de Spa-Francorchamps, na Bélgica, que seriam realizadas em abril, já tinham sido suspensas em função do surto de coronavírus, denominado Covid-19.

"Adiar é a decisão correta à luz da situação atual. Agora nós estamos trabalhando para revisar nossos calendários do Mundial de Endurance, European Le Mans Series, Michelin Le Mans Cup e Ligier European Series para a sequência desta temporada, e o da nona do WEC, que deveria começar em setembro de 2020.

Vamos voltar nos próximos dias com mais notícias tanto do Mundial de Endurance como também do European Le Mans Series", afirmou Gérard Neveu, chefão do Mundial de Endurance.

24 Horas de Le Mans foi adiada para setembro
24 Horas de Le Mans foi adiada para setembro

VELOCIDADE EM BAIXA...
O adiamento das 24 Horas de Le Mans é só mais um dos efeitos da pandemia do coronavírus no automobilismo.

Anteriormente, Fórmula 1, MotoGP e Fórmula Indy adiaram o início das suas temporadas. Já a Fórmula E suspendeu o campeonato. As categorias brasileiras, como a Stock Car, também estão paralisadas.