Após paralisação do Paulistão, presidente não vê momento crítico na Ferroviária

O clube de Araraquara aguarda o desfecho da situação sem muita preocupação em cima do futuro da agremiação

Publicado em .

O clube de Araraquara aguarda o desfecho da situação sem muita preocupação em cima do futuro da agremiação

Araraquara, SP, 17 (AFI) - Na última segunda-feira, a Federação Paulista de Futebol decretou a suspensão do estadual por tempo indeterminado. A decisão foi tomada após reunião formada pelos clubes representantes. O presidente da Ferroviária, Carlos Alberto Salmazo, em entrevista aos 'Campeões da Bola', revelou ter sido a favor da parada e não vê a situação como preocupante para o clube de Araraquara.

Alguns clubes do torneio votaram contra a paralisação por questões contratuais com seus jogadores, além do pagamento de salários sem receita com renda de jogos ou com cotas a serem pagas pela entidade, via transmissões de televisão, esta última o principal medo dos dirigentes, que relatam dúvidas sobre o recebimento dela.

"Depois das argumentações, era de total responsabilidade à paralisação. A minha opinião foi favorável à maioria", falou o mandatário, que minimizou a preocupação quanto o futuro da Ferroviária.

Ferroviária deu sua visão sobre a paralisação
Ferroviária deu sua visão sobre a paralisação
"Existem contratos que venceriam ao final do Paulistão. Não é uma situação crítica para a Ferroviária. Conseguiríamos manter alguns atletas. Teríamos baixas, mas poucas. Nos manteríamos firmes", falou.

Ele ainda falou que serão tomadas decisões para reduzir os custos neste momento de parada das atividades. A base, inclusive, já foi liberada, assim como todo o elenco profissional.

Veja a nota oficial:

A Ferroviária Futebol S/A vem a público informar que todas as rotinas e atividades das categorias de futebol do clube serão suspensas por tempo indeterminado.

Como forma de prevenção, seguindo as práticas adotadas pela Organização Mundial de Saúde, o clube comunicou nesta manhã todas as equipes de formação e profissional, categorias masculina e feminina.

Os atletas permanecerão em suas casas, seguindo uma rotina de cuidados e treinamentos orientados pela comissão técnica e equipe médica do clube.

O expediente administrativo da Ferroviária Futebol S/A também passará por alterações, com os departamentos operando através de home-office.