Catarinense: Classificado ao mata-mata, técnico espera fazer ajustes no Criciúma

"Nós estamos correndo bastante, mas temos que ser mais organizados", afirmou o treinador Roberto Cavalo

Publicado em .

"Nós estamos correndo bastante, mas temos que ser mais organizados", afirmou o treinador Roberto Cavalo

Criciúma, SC, 09 (AFI) - O Criciúma recebeu o Figueirense, na tarde deste domingo, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, e ficou no empate sem gols, garantindo a classificação ao mata-mata do Campeonato Catarinense com uma rodada da antecedência. O técnico Roberto Cavalo analisou o momento de seus comandados.

"Nós estamos correndo bastante, mas temos que ser mais organizados. Mesmo com o maior número de jogos, erros continuarão a acontecer. Ainda procuramos a melhor equipe para jogar, estamos com dificuldade para definir o esquema de jogo. No decorrer do campeonato, na hora que entrosar a equipe, teremos um time melhor", afirmou.

Roberto Cavalo
Roberto Cavalo

O comandante também já pensa na sequência do Estadual, apesar de ainda não estar focado nas quartas de final. Às 16h de domingo, o Criciúma vai à Arena Joinville, em Joinville, enfrentar o Joinville, pela última partida da primeira fase

"Ninguém prometeu título, mas deu o primeiro passo. Havia desconfiança de muitos de que o Criciúma caísse. Ele deu um passo, está classificado e não cai. Agora é pensar no Joinville, vamos rever posições, alguns jogadores que não tiveram oportunidades podem ter agora. Não estamos satisfeitos com o rendimento do elenco, mas estamos no caminho certo", avaliou.

Com dez pontos em oito rodadas, o Criciúma aparece na sexta colocação e enfrentaria o Marcílio Dias, atual terceiro, com 15, nas quartas de final do Campeonato Catarinense. Juventus, Chapecoense, Concórdia e Tubarão lutam pelas duas últimas vagas ao mata-mata e, consequentemente, contra o playoff do rebaixamento.