Após divulgação de possível atraso salarial, SAPESP conversa com atletas do São Paulo

Pioneira no combate aos atrasos salariais no futebol, a entidade colocou-se à disposição dos jogadores

Publicado em .

Pioneira no combate aos atrasos salariais no futebol, a entidade colocou-se à disposição dos jogadores

São Paulo, SP, 12 (AFI) - Assim como o Portal Futebol Interior noticiou na noite desta segunda-feira (10), o São Paulo voltou a atrasar o pagamento de salários e de direitos de imagem dos jogadores devido ao pouco fluxo de caixa. Ligado em tudo o que acontece no futebol paulista, o Sindicato de Atletas Profissionais de São Paulo (SAPESP) imediatamente entrou em contato com os principais líderes do elenco para tentar ajudar na resolução do problema.

Pioneira no combate aos atrasos salariais no futebol, a entidade colocou-se à disposição dos jogadores. Vale lembrar que o sindicato monitora a inadimplência salarial em todas as divisões do futebol paulista.

Após divulgação de possível atraso salarial, SAPESP conversa com atletas do São Paulo
Após divulgação de possível atraso salarial, SAPESP conversa com atletas do São Paulo
SAPESP FALA SOBRE O COMBATE AOS ATRASOS SALARIAIS
O Sindicato de Atletas SP tem como missão cuidar de gente e quando o assunto é atraso de salários a entidade atua de forma precisa.

O monitoramento é feito em todas as séries e a entidade age mediante a denúncia de ao menos três atletas. Depois da manifestação, a instituição procura os responsáveis para abrir as negociações, sempre de forma transparente visando a solução do problema.

Após anos de persistência do Sindicato de Atletas, a Federação Paulista de Futebol incluiu no ano de 2012, em seu Regulamento das Competições a possibilidade de perda de pontos a clubes que estiverem com a remuneração dos atletas em atraso.

Porém, na prática, o TJD não vem cumprindo à risca o estabelecido no regulamento, pois em alguns casos já ficou comprovada a inadimplência de clubes e mesmo assim não tiveram seus pontos retirados, tornando estes regulamentos ineficientes.