Paulista A3: Com riscos de perder Abreuzão, Marília fecha com dupla de atacantes

Os experientes Carlos André e Rafael Amoroso são as novas opções para o sistema ofensivo do técnico Júlio Sérgio

Publicado em .

Os experientes Carlos André e Rafael Amoroso são as novas opções para o sistema ofensivo do técnico Júlio Sérgio

Marília, SP, 10 (AFI) - Os bastidores do Marília às vésperas do início do Campeonato Paulista da Série A3 estão agitados. Afinal, além de ter fechado com os experientes atacantes Carlos André e Rafael Amoroso, o Tigre corre o risco de ficar sem o estádio Abreuzão

Explica-se. A casa maqueana está com os laudos de Auto de Vistoria de Corpo de Bombeiros, Segurança e Vistoria de Engenharia vencidos desde o começo do mês. Assim, no site da FPF, o local aparece como reprovado na prevenção e combate a incêndio. Dessa forma, a primeira rodada, no dia 25, contra o Linense, pode ser disputado com portões fechados.

REFORÇOS
Por outro lado, o time mariliense assegurou a contratação de duas peças ofensivas para o técnico Júlio Sérgio. Carlos André dos Santos Valentim, 32, estava no Linense e atuou por clubes como Caxias, Sertãozinho e Botafogo-SP. Rafael Ferreira de Souza de Oliveira, 30, já atuou por equipes como Barretos, Juventus, Votuoiranguense e Juventude.

Rafael Amoroso
Rafael Amoroso
MODO DE DISPUTA
No Paulista A3, os 16 times participantes vão jogar entre si em turno único na primeira fase. Os oito primeiros avançam às quartas de final, enquanto os dois últimos cairão para a Segundona Paulista de 2021. Apenas os finalistas conquistarão o acesso para o Paulista A2 de 2021.

O Marília terá Velo Clube, Capivariano, Desportivo Brasil, Barretos, Comercial, Primavera, EC São Bernardo, Rio Preto, Batatais, Grêmio Osasco, Nacional, Linense, Noroeste, Paulista e Olímpia como adversários. O Paulista A3 começa em 25 de janeiro e se encerra em 17 de maio. A estreia do MAC será contra o Linense, em casa.