Bruno Henrique sonha com convocação e vê Vasco fortalecido com Luxemburgo

Em alta no Rubro-Negro, atacante espera ser lembrado pelo técnico Tite em lista a ser divulgada nesta sexta-feira

Publicado em .

Em alta no Rubro-Negro, atacante espera ser lembrado pelo técnico Tite em lista a ser divulgada nesta sexta-feira

Rio de Janeiro, RJ, 15 - Às vésperas do clássico entre Flamengo e Vasco, Bruno Henrique está com as atenções divididas.

Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva no Ninho do Urubu, o atacante revelou a esperança de ser lembrado pelo técnico Tite para os amistosos da seleção brasileira contra o Peru e a Colômbia, ambos agendados para os Estados Unidos, nos dias 6 e 10, respectivamente.

A lista de convocados será divulgada nesta sexta-feira por Tite, que pode aproveitar os compromissos para testar jogadores depois da conquista da Copa América, já visando as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022.

"Todo mundo trabalha para conquistar grandes coisas. Venho trabalhando. Desde 2017, pelo Santos ainda, Tite já havia falado meu nome. Agora estou conseguindo retomar o que fiz em 2017. Tenho expectativa muito grande de poder ser convocado", disse Bruno Henrique.

Em grande fase, Bruno Henrique espera ser lembrado por Tite em convocação
Em grande fase, Bruno Henrique espera ser lembrado por Tite em convocação

Mas apesar do sonho em estar presente na lista de convocados, Bruno Henrique não esquece do clássico do próximo sábado contra o Vasco, marcado para o Mané Garrincha e válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

E o atacante não vê o Flamengo como favorito, destacando que o rival está em recuperação, após a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo.

"Sabemos que o Vasco está em uma crescente com o Vanderlei, está bem consistente. Mas clássico é diferente, não tem favorito, e vamos fazer o que temos feito, jogar pressionando. Temos uma torcida grande em Brasília e o apoio vai ser importante", disse.

INVENCIBILIDADE

No clássico, o Flamengo tentará ampliar uma série invicta, hoje em 12 jogos contra o Vasco e para quem não perde desde 24 de abril de 2016. "O jejum é mérito do Flamengo, que está sabendo se impor nos clássicos, principalmente com o Vasco. Esperamos manter esse jejum", concluiu Bruno Henrique.