Agora titular, Felipe Jonatan prevê Cruzeiro motivado após chegada de Rogério Ceni

Após derrota no clássico, Peixe busca reabilitação em Belo Horizonte contra um adversário pressionado

Publicado em .

Após derrota no clássico, Peixe busca reabilitação em Belo Horizonte contra um adversário pressionado

Santos, SP, 14 - Após perder sequência invicta e ser derrotado em um clássico, tudo o que Santos poderia desejar no Brasileirão é enfrentar um rival que vem de péssimo retrospecto e que está na zona de rebaixamento. Mas o duelo contra o Cruzeiro, domingo, no Mineirão, pode ser perigoso, alerta o lateral Felipe Jonatan.

E o motivo é a chegada do novo treinador: Rogério Ceni. Ele foi anunciado no domingo para ocupar o lugar de Mano Menezes com a dura missão de tirar a equipe mineira da zona da degola. O Cruzeiro vem de um fraco retrospecto nos últimos meses. Obteve apenas uma vitória nos últimos 19 jogos, sendo 11 partidas consecutivas sem triunfo no Brasileirão.

Titular no meio-campo de Sampaoli, Santos espera 'vida dura' em Belo Horizonte - Ivan Storti / Santos FC
Titular no meio-campo de Sampaoli, Santos espera 'vida dura' em Belo Horizonte

"Sabemos que será um jogo bem difícil e disputado. O Cruzeiro tem uma equipe de muita qualidade e está com um novo treinador, que é o Rogério Ceni. Eles estão motivados, mas nós também porque estamos na liderança e vamos, se Deus quiser, procurar nos manter na primeira colocação do campeonato", pondera o lateral santista.

ALTO ASTRAL

Se o Cruzeiro poderá estar com os ânimos renovados, Felipe Jonatan garante que não será diferente com o Santos. Ele afirma que o time não desanimou após a derrota por 3 a 2 para o São Paulo, no sábado.

"A gente vem de um resultado negativo, mas, graças a Deus, continuamos na liderança do campeonato. Temos que erguer a cabeça e trabalhar firme durante a semana para conquistar um resultado positivo contra o Cruzeiro", projetou o lateral.

Mesmo com o revés, o Santos ostenta três pontos de vantagem sobre o vice-líder Palmeiras na tabela: 32 a 29. Já o Cruzeiro soma apenas 11 pontos e figura na 17ª colocação, a primeira dentro da zona do rebaixamento.