Atacante da Ponte pode ser punido por comemorar com galinha de borracha após o dérbi

A própria equipe postou imagens de Roger com o brinquedo de borracha e as imagens serão analisadas pelo STJD

Publicado em .

A própria equipe postou imagens de Roger com o brinquedo de borracha e as imagens serão analisadas pelo STJD

Campinas, SP, 13 (AFI) – A vitória por 1 a 0 sobre o rival Guarani, no último domingo, no dérbi 194, ainda repercute na Ponte Preta e pode ter mais uma consequência.

O atacante Roger foi flagrado comemorando após a partida com um brinquedo de uma galinha de borracha, fazendo alusão ao apelido pejorativo ao qual a torcida pontepretana se refere ao rival. Após o jogo ele subiu o alambrado e festejou a vitória ao lado da torcida, inclusive entoando os seus cânticos.

Líder e capitão do time, Roger, aos 34 anos nunca tinha vencido um dérbi, em cinco participações. Ele é de Campinas, revelado na base do clube e torcedor confesso. Além disso, nunca balançou as redes contra o rival.

PUNIÇÃO SEVERA?

Os gestos do jogador podem render uma punição no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por incitação à violência, o que pode render uma multa ao clube e afastamento do jogador por um período de até dois anos.


Se for denunciado, Roger pode ser enquadrado no artigo 243-D do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que trata justamente da incitação público do ódio ou violência. O infrator pode pegar de 360 a 720 dias, sob pena de multa entre R$ 50 mil e R$ 100 mil.

A própria Ponte Preta divulgou, em suas contas nas redes sociais, imagens do atacante comemorando junto aos torcedores, com a galinha de borracha na boca.

Confira abaixo !

Espaço incorporado por HTML (embed)

A vitória no dérbi deixou a Ponte Preta na sétima colocação na Série B, com 23 pontos, em sétimo lugar e de olho numa vaga no G4.

De quebra, ainda complicou ainda mais o Guarani na briga contra o rebaixamento. O Bugre é o lanterna da competição com 13 pontos, dois a menos do que o Vila Nova, primeiro time fora da zona da degola.