Copa Paulista: São Caetano avalia derrota para Água Santa que custou invencibilidade

“No futebol, muitas vezes, as coisas acontecem para corrigirmos alguma coisa", disse o técnico azulino Marcelo Vilar

Publicado em .

“No futebol, muitas vezes, as coisas acontecem para corrigirmos alguma coisa", disse o técnico azulino Marcelo Vilar

São Caetano do Sul, SP, 12 (AFI) - O São Caetano, no último sábado, recebeu o Água Santa, em casa, no estádio Anacleto Campanella, pela oitava rodada da primeira fase e acabou surpreendido. A derrota por 2 a 1 colocou um ponto final invencibilidade no Grupo 4. O técnico azulino Marcelo Vilar avaliou o revés.

“No futebol, muitas vezes, as coisas acontecem para corrigirmos alguma coisa. Até mesmo na palestra do jogo coloquei para os atletas que ainda não tínhamos saído atrás do placar”, exemplificou antes de completar.

Foto: Fabricio Cortinove
Foto: Fabricio Cortinove
“Costumo dizer que a gente ganha quando nas derrotas a gente não se considera derrotado. E sim que aprendemos algo”, afirmou.

FALA MAIS!
Ainda em relação a partida realizada pelo Azulão no fim de semana, Marcelo Vilar citou erros ocorridos e enfatizou a postura dos seus comandados na etapa final do confronto.

“O São Caetano, principalmente no primeiro tempo, não fez boa partida, esteve apático e ficou preso na marcação do Água Santa. No segundo tempo tivemos outra postura. Mesmo com um jogador a menos tomamos a iniciativa, diminuímos o placar e poderíamos até ter empatado. Mas é sempre ruim perder, ainda mais em casa”, avaliou o treinador do Azulão.

SEQUÊNCIA
Com classificação garantida à segunda fase da Copa Paulista, o Azulão agora quer assegurar o primeiro lugar no Grupo 4. Para isso, precisa vencer o Santo André na próxima rodada. O duelo será realizado no domingo, às 15h, no Bruno José Daniel. No encontro anterior entre as equipes, triunfo azulino por 2 a 0, no Anacleto Campanella.