Dérbi 194: Atacante comanda a festa da Macaca e ataca o desrespeito do rival

"O Guarani desrespeitou, quando pisaram na camisa na entrada do ônibus. Pagaram um preço caro por isso" - disse Roger

Publicado em .

"O Guarani desrespeitou, quando pisaram na camisa na entrada do ônibus. Pagaram um preço caro por isso" - disse Roger

Campinas, SP, 11 (AFI) – Comandados pelo atacante Roger, os jogadores da Ponte Preta fizeram uma grande festa no Majestoso após a vitória no Dérbi 184, em cima do Guarani por 1 a 0, neste domingo cedo pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O capitão pontepretano, conhecido por ser torcedor do clube, fez questão de falar da provocação dos bugrinos no sábado, antes do último treino.

“Estou muito feliz. O Guarani desrespeitou, quando pisaram na camisa na entrada do ônibus. Pagaram um preço caro por isso. Estamos felizes, é uma boa vitória, que nos dá força de novo” - afirmou Roger, com a voz embargada.

Veja imagens no Vídeo ao lado !

ALAMBRADO E MÚSICA
Ele foi abraçado pelo presidente José Armando Abdalla e pode comemorar o fim do jejum de vitórias contra o rival. Antes não tinha vencido por cinco jogos, mas continua sem marcar gol contra o rival.

Para mostrar que o importante era vencer, após o jogo Roger foi comemorado subindo no alambrado na frente das arquibancadas gerais do Majestoso.

Ele cantou com o time o “Macaca Querida...” e levou todos os jogadores para saudar a torcida. Nos vestiários todos cantaram mais e festejaram a grande vitória.

CONTRA O DESRESPEITO
O experiente volante Edson, que saiu de campo machucado também comemorou muito. Ele não queria deixar o campo, mesmo sentindo dores. Mas foi sacado por Jorginho, que preferiu não arriscar e colocar Washington inteiro.

“Desde que cheguei aqui virou normal ganhar deles. Queriam nos humilhar pisando na camisa da Ponte, mas eles vão ficar mais uma vez na vontade de ganhar da gente” - disparou Edson.

Torcida da Macaca comemorou com jogadores no alambrado
Torcida da Macaca comemorou com jogadores no alambrado

HERÓI DO DÉRBI
Criticado muitas vezes por parte da torcida, o meia Matheus Vargas viveu seu dia de heroi ao marcar o gol da vitória sobre o maior rival da Macaca.

“É muita felicidade sair daqui com o gol no Dia dos Pais. A Ponte é isso: vontade e raça. Faltaram com respeito. Colocaram para pisar na camisa da Ponte. Eles não têm noção do tamanho da Ponte - disse Vargas, autor do único gol do dérbi.

Na realidade, o fato aconteceu antes do treino de sábado do Guarani, no Brinco de Ouro, quando uma camisa de uma torcida organizada da Macaca foi atirada ao chão, por onde os jogadores passariam depois.