Ceará x Chapecoense - Vozão e Verdão do Oeste duelam com objetivos diferentes

Porém a missão não será fácil, já que o Verdão não vence a sete rodadas e precisa demais da reabilitação para abrir distância do Z4

Publicado em .

Porém a missão não será fácil, já que o Verdão não vence a sete rodadas e precisa demais da reabilitação para abrir distância do Z4

Fortaleza, CE, 09 (AFI) - Embalado após vencer o clássico diante do Fortaleza e os dois últimos jogos em casa, o Ceará volta a campo neste sábado (10) na busca por mais um resultado positivo para entrar de vez na briga pelo G6 do Campeonato Brasileiro da Série A. Jogando na Arena Castelão, o time cearense recebe a Chapecoense, às 17h. Porém a missão não será fácil, já que o Verdão do Oeste não vence a sete rodadas e precisa demais da reabilitação para abrir distância do Z4.

Essa sequência sem vitória é o pior retrospecto da Chapecoense no Brasileirão desde setembro de 2015. Com apenas dez pontos, o time catarinense aparece dentro da zona de rebaixamento, em 17º - dois atrás do Fluminense, que tem 12 e é o primeiro time fora da degola. Já o Ceará vem em alta. Com 17 pontos, a equipe aparece na 11ª colocação. Apenas quatro pontos atrás do São Paulo, que tem 21 e é o primeiro time dentro do G6.

Na história do duelo, o retrospecto na elite do Campeonato Brasileiro é bastante equilibrado. Ceará e Chapecoense se encontraram apenas duas vezes na Série A, onde ambos os jogos foram em 2018, quando cada equipe prevaleceu em casa.

Ceará e Chapecoense duelam com objetivos diferentes no Brasileirão
Ceará e Chapecoense duelam com objetivos diferentes no Brasileirão
CEARÁ
O técnico Enderson Moreira ganhou uma dúvida de última hora para escalar o Ceará. Isso porque o atacante Leandro Carvalho teve um problema de ordem particular. “O Leandro perdeu alguns treinamentos, porque teve um problema pessoal. A gente está avaliando para ver se ele tem condição de começar”, explicou o treinador.

Caso a baixa seja confirmada, Mateus Gonçalves deve ficar com a vaga. A única mudança assegurada pelo treinador é a entrada de Cristovam na lateral direita, no lugar de Samuel Xavier, que recebeu o terceiro cartão amarelo no clássico e terá que cumprir suspensão neste sábado.

CHAPECOENSE
Além da dificuldade de jogar na fora de casa, a Chapecoense que será novamente comandada pelo interino Emerson Cris terá que se superar para fazer o ataque funcionar. Isso porque o artilheiro Everaldo, responsável por metade dos gols marcados pela equipe na competição, está suspenso e não vai para o jogo.

A principal mudança do time catarinense para o confronto será a presença de Henrique Almeida, escolhido para a difícil missão de substituir Everaldo, autor de sete dos 14 gols da Chape no Brasileiro. Esse será apenas o segundo jogo de Henrique, que estreou no empate sem gols com o Bahia, na 12ª rodada.

Outra novidade é o retorno do zagueiro Douglas, recuperado de uma lesão muscular. Apesar de ter sido relacionado, a tendência é que ele comece o jogo no banco de reservas. Com isso, Maurício Ramos deve ser mantido no time titular, formando a dupla de zaga com Gum.