MP proíbe que Ponte e Guarani abram treinos à torcida antes do Dérbi 194

Decisão frustra os planos da torcida bugrina, que estava planejando apoiar os jogadores

Publicado em .

Decisão frustra os planos da torcida bugrina, que estava planejando apoiar os jogadores

Campinas, SP, 09 (AFI) - Ponte Preta e Guarani não poderão realizar treinos abertos à torcida na véspera do Dérbi 194. Os dois clubes receberam notificações do Batalhão de Ações Especias da Polícia (BAEP) e do Ministério Público proibindo a presença de torcedores nas atividades de preparação para o clássico, marcado para as 11 horas deste domingo, no Moisés Lucarelli.

Não é a primeira vez que as entidades tomam esse tipo de decisão. No ano passado, a mesma medida foi tomado antes do encontro dos rivais no primeiro turno da Série B, quando a Ponte Preta venceu por 3 a 2, em partida que marcou o retorno do Dérbi após cinco anos de desencontros.

A proibição frustra os planos de torcedores do Guarani que estavam se organizando para acompanhar o último treino do time antes do clássico. O plano era fazer uma grande festa durante a atividade e estender o apoio até que os jogadores entrassem no ônibus rumo à concentração.

Ponte e Guarani vão se enfrentar em momentos diferentes. Apesar de estar na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 13 pontos, o Bugre está sem perder há três jogos, com duas vitórias e um empate. Já a Macaca vem de uma sequência de cinco jogos sem vencer, mas está à frente do rival na tabela, com 20 pontos.