Envolvida no assassinato do meia Daniel, Allana Brittes deixa a prisão

Jovem de 18 anos responderá em liberdade às acusações de coação no curso do processo, fraude processual e corrupção de menor

Publicado em .

Jovem de 18 anos responderá em liberdade às acusações de coação no curso do processo, fraude processual e corrupção de menor

Allana Brittes, uma das pessoas envolvidas no assassinato do meio-campista Daniel, deixou a Penitenciária Estadual de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, durante a tarde desta quarta-feira. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu um habeas corpus à jovem de 18 anos na última terça-feira.

O crime aconteceu no dia 27 de outubro, em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba. Daniel, que era jogador do São Paulo e estava emprestado ao São bento, foi encontrado morto em um matagal na zona rural da cidade, parcialmente degolado e com o pênis cortado. Ele estava na comemoração do aniversário de 18 anos de Allana, em uma casa noturna, e foi um dos convidados para a continuidade da festa na residência da família.

Allana e o pai, Edson Brittes, na festa que antecedeu o crime. (Foto: Reprodução)
Allana e o pai, Edson Brittes, na festa que antecedeu o crime. (Foto: Reprodução)
A jovem é acusada de coação no curso do processo, fraude processual e corrupção de menor. P ao dela, Edison Brittes Júnior, também conhecido como Juninho Riqueza, confessou o assassinato. Já a mãe Cristiana Brittes responde por fraude processual, coação de testemunha e homícido.

Durante os próximos julgamenteos, Allana se apresentará ao júri como ré em liberdade. Neste período, ela não poderá deixar Curitiba, nem se encontrar com outros réus ou frequentar locais determinados.

A defesa publicou uma nota sobre a nova decisão da Justiça:

A concessão da liberdade de Alana Brittes é recebida com serenidade pela defesa, que sempre acreditou na Justiça. O reconhecimento deste constrangimento ilegal é o primeiro passo para começar a desfazer os factoides criados no caso. Aos poucos tudo será esclarecido, sem generalizações.