Série C: Na espera por doação de medula, meia do Remo visita treino: 'Estamos lutando'

Problema identificado no atleta é caracterizado por uma falha na produção de células sanguíneas

Publicado em .

Problema identificado no atleta é caracterizado por uma falha na produção de células sanguíneas

Belém, PA, 07 (AFI) - Sem previsão para retornar ao futebol em razão de uma aplasia de medula óssea, o meia Carlos Alberto visitou o treino do Remo e recebeu o apoio dos companheiros. Em entrevista à Remo TV, ele falou pela primeira vez sobre a situação que está vivendo desde o final do mês passado.

“Estamos lutando. Dia a pós dia, para que o meu organismo possa voltar a funcionar. O médico falou que cheguei com 20% (funcionamento do organismo) no hospital e hoje estou com 60%. Então é a melhor notícia. Quem está perto de mim, sabe da luta que é. Não gosto de ficar em casa e sou obrigado a permanecer todos os dias de repouso. Fui liberado para vir uma ou duas vezes ao treino e estou feliz em rever meus companheiros”, disse o jogador.

“ Agradeço a todos que ajudaram sem saber 100% do caso, que doou, ajudou de qualquer maneira, com mensagem. Pra doar a medula é só doar o sangue, não precisa de cirurgia, é algo bem simples. Quem puder ajudar vou agradecer de coração”, explicou.

Foto: Reprodução / Remo TV
Foto: Reprodução / Remo TV

O CASO
O problema identificado no atleta é caracterizado por uma falha na produção de células sanguíneas. O caso requer acompanhamento e tratamento médico a longo prazo. É certo, portanto, que Carlos Alberto não joga mais em 2019. Também não está descartada a possibilidade de uma aposentadoria precoce dos gramados.

Carlos Alberto foi internado no dia 26 de julho, quando sentiu um mal estar durante a madrugada e precisou de doações de sangue. Antes, na quarta-feira, ele já havia reclamado de cansaço durante os treinamentos. Desde então, está sendo submetido a uma série de transfusões de sangue, que vão ajudá-lo a ficar mais disposto, mas não o suficiente para jogar futebol. A doação de medula vai ajudar ainda mais nesse processo. Para doar, é preciso fazer um teste de compatibilidade.

Espaço incorporado por HTML (embed)